Kiss protagoniza um espetáculo eletrizante em São Paulo

2:00 PM

Kiss durante show em São Paulo - Foto: Ingrid Natalie 

Foram um pouco mais de 2 horas de muita pirotecnia, explosões e claro rock'n'roll da melhor qualidade

Por: Ingrid Natalie (Instagram: @femalerocksquad)

Uma das definições da palavra despedida se encontra no ato ou efeito de pôr termo; fim, acabamento, termo, conclusão. Kiss, uma das bandas de hard rock mais icônicas da história da música, fez sua última passagem em São Paulo neste sábado, 30 de abril. O quarteto americano trouxe a turnê 'End Of The Road', série de shows que marca o encerramento das excursões da banda fundada em 1973, em Nova Iorque. Até por esta razão, os fãs tinham medo de não poderem ver em ação, por uma última vez, a formação atual que conta com Gene Simmons (voz e baixo), Eric Singer (baterista) e Tommy Thayer (guitarra). O show, que primeiramente aconteceria em 2020, foi remarcado por duas vezes devido a pandemia, mas no final, os deuses do rock'n'roll abençoaram e a performance aconteceu de forma majestosa. 

Kiss adentrou ao palco do Allianz Parque precisamente às 21h. Eles entregaram duas horas de um show fantástico e eletrizante. A empolgação já se inicia quando anunciam  “Vocês querem o melhor, e vão ter o melhor. A banda mais quente do mundo: Kiss”. A cortina cai e a banda simplesmente desce por plataformas suspensa no alto, repleta de fogo de artifício. Os fortes acordes de 'Detroit Rock City' colocam a temperatura do público nas alturas. Os 65 mil fãs presentes começam a cantar a plenos pulmões. 

A energia se mantém alta com uma sequência dançante, pesada e animada: 'Shout It Out Loud', 'Deuce', 'War Machine' e 'Heaven's On Fire'. É importante destacar do quanto a banda está entrosada e do quão perceptível é a forma que eles se divertem com as coreografias, a pirotecnia e os fogos de artifício. É um verdadeiro espetáculo! Obviamente, não poderia faltar o cuspe flamejante de Gene Simmons em 'I Love It Loud'. A interação de Paul Stanley com o público é digna de um frontman que sabe cativar. Até um adorável gafanhoto aparece no pedestal do vocalista que aproveita a ocasião para brincar. 

Todo show é conduzido de forma a todos os integrantes da banda brilharem. Na conclusão de 'Psycho Circus', a bateria é elevada em meio a fumaça e Eric Singer protagoniza um solo arrasador, mas no final do show, ele exibe um lado mais doce e vulnerável ao cantar a belíssima 'Beth' no piano. 

Kiss durante show em São Paulo - Foto: Ingrid Natalie

Em 'God Of Thunder', é a vez de Gene ser literalmente colocado no ponto mais alto do palco, com direito à muita fumaça e a clássica cuspida de “sangue”.

Muito serelepe e esbanjando vitalidade, Paul Stanley performa um dos melhores momentos do show. Ele atravessa o público até um segundo palco pequeno através de roldana. Neste segundo palco, ele começa a cantar a agitada 'Love Gun' e seguindo com 'I was made for lovin' You'. Os fãs vão a loucura! Ao retornar para o palco principal, Paul diz "tenho uma pergunta, vocês me amam?", claramente fazendo ligação com a música 'Do You Love Me?'. O final do show aconteceu com o maravilhoso clássico 'Rock N Roll All Nite' acompanhado de um coro uníssono, explosões e chuva de papel picado. 

Os fãs foram deixando o estádio ao som de 'God Gave Rock'n'roll To You' com uma sensação de felicidade e êxtase. Foi um evento incrível e memorável tanto para os fãs de longa data quanto para os pequenos que foram influenciados pelos pais. Obrigada, Kiss por todo legado! Vocês serão eternos! 


SETLIST COMPLETO:

- Detroit Rock City

- Shout It Out Loud

- Deuce

- War Machine

- Heaven's on Fire

- I Love It Loud

- Say Yeah

- Cold Gin

- Lick It Up

- Calling Dr. Love

- Tears Are Falling

- Psycho Circus

- 100,000 Years

- God of Thunder

- Love Gun

- I Was Made for Lovin' You

- Black Diamond

Encore:

- Beth

- Do You Love Me

- Rock and Roll All Nite

Posts Que Talvez Você Goste

1 comentários

  1. Adorei a matéria! E eles são maravilhosos, banda que conheci ainda pequena, através do meu pai :)
    (queria ter a coragem do Paul... eu sairia correndo na hora que visse o bichinho hahaha)

    ReplyDelete

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!