Iron Maiden mostra inspirações no oriente em novo disco, 'Senjutsu'

10:00 AM



O novíssimo projeto duplo mostra que a banda mantém afiada a capacidade de criação e inovação, como a presença do Eddie Samurai mostrou na recente estreia do vídeo do primeiro single, “The Writing On The Wall”

Iron Maiden lançou nesta sexta-feira, 03/09, “Senjutsu”, o 17º registro de estúdio da carreira – já disponível em todas as plataformas digitais e no formato CD duplo físico nas principais lojas do país. O primeiro projeto em seis anos da banda foi gravado em Paris, França, com o produtor de longa data da banda Kevin Shirley, e foi co-produzido por Steve Harris.

A estreia do álbum completo foi precedida pelo lançamento do clipe de animação e primeiro single, “The Writing On The Wall”, no último dia 15 de julho, um já aclamado vídeo, feito pelo estúdio de animação londrino BlinkInk, baseado em um conceito de Bruce Dickinson com dois ex-executivos da Pixar. Ele foi o passo seguinte de uma campanha-teaser global que aconteceu durante um mês, instigando uma caça ao tesouro por pistas a respeito do título e do conceito da faixa. 

Se ainda não conferiu, clique aqui e assista agora o registro de "The Writing On The Wall":



Para “Senjutsu” – numa tradução simplificada, algo como ‘técnicas sábias’ - a banda, mais uma vez, convocou os serviços de Mark Wilkinson para criar o espetacular Samurai, mote da arte da capa, baseado na ideia de Steve Harris. Com uma duração de pouco menos de 82 minutos, “Senjutsu”, como o álbum anterior “The Book Of Souls”, será um CD duplo/vinil triplo – para o Brasil, apenas o formato CD duplo está confirmado.

Steve diz: “nós escolhemos gravar no Guillaume Tell Studio, na França, novamente porque é um lugar que tem uma vibração muito descontraída. As instalações ali são perfeitas para as nossas necessidades; a construção já foi um cinema e tem um pé direito super alto, então tem uma ótima acústica. Nós gravamos esse álbum da mesma forma que fizemos em The Book Of Souls, no qual nós escrevíamos uma canção, a ensaiávamos e então a escrevíamos exatamente do jeito que fizemos, enquanto estava fresca em nossas mentes. Há algumas canções muito complexas nesse álbum para as quais um árduo trabalho foi necessário para que chegássemos exatamente na sonoridade que gostaríamos, então o processo era muitas vezes desafiador, mas Kevin é ótimo em registrar a essência da banda e eu acho que valeu muito o esforço! Estou muito orgulhoso do resultado e mal posso esperar para que os fãs possam escutá-lo”.

O cantor líder da banda, Bruce Dickinson, completa: “nós todos estamos realmente muito empolgados com esse álbum. Nós o gravamos no início de 2019, durante uma pausa na turnê Legacy, então nós pudemos maximizar nossa turnê, porque ainda tínhamos um grande período para a preparação de arte para a capa e de vídeos especiais. Claro que a pandemia postergou mais as coisas – mais até do que planejamos – ou seriam essas estratégias?!  As músicas são muito variadas, e algumas delas são extensas. Há ainda uma ou duas canções que soam bem diferentes do nosso estilo usual, e eu acho que os fãs do Maiden vão se surpreender – da melhor forma, eu espero!”.

Ouça o álbum na íntegra: 

Posts Que Talvez Você Goste

0 comentários

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!