Imagine Dragons navega em águas conhecidas no terceiro álbum de estúdio

12:28 AM


"Evolve" traz a receita inconfundível da banda com algumas pitadas de experimentação 

Por: Ingrid Natalie (twitter: @ingridnatalie)

Imagine Dragons lançou no dia 23 de junho o  novo registro de inéditas, "Evolve". Este é o terceiro álbum da banda e sucessor de "Smoke + Mirrors" (2014). O disco foi produzido Alex da Kid, responsável por nada mais nada menos que o hit "Radioactive", e também conta com a colaboração de John Hill e Mattman & Robin. São 11 faixas que resumem com clareza a essência do quarteto: letras impactantes, percussão e elementos eletrônicos. 

"I Don't Know Why"  tem como tema um amor proibido e provocante. O clímax antes de refrão realmente chama atenção pela nota alta alcançada pelo vocalista Dan Renolds. Na chegada do refrão ouvimos um riff de guitarra suave e com uma atmosfera anos 80, isso sem contar com a batida dançante e totalmente memorável. Não por acaso, se tornou uma das músicas favoritas dos fãs. A segunda faixa, "Whatever It Takes", inicia de forma misteriosa até a explosão da batida eletrônica e os vocais inspirados em hip hop. Certamente funcionará muito bem ao vivo. Ouça o áudio: 


"Believer" traz tudo o que os fãs de Imagine Dragons espera. Um verdadeiro hino. É quase um cruzamento entre "Radioactive" e "Gold". Percussão e palmas ditam o ritmo da música. Muito empolgante. Além da letra forte e reflexiva. Aquele tapa na cara que todo mundo precisa para acordar e superar os obstáculos que surgem no caminho. Não teria como não ter sido o primeiro single do disco. Confira o vídeo oficial:



"Walking In The Wire" se assemelha bastante com "It's Time", um dos grandes sucessos da banda. Afinal, músicas sobre superação viram hinos e essa faixa em particular tem um enorme potencial para tal. Destaque também para o ótimo solo de guitarra que finaliza a música de forma épica. "Rise Up" tem uma melodia contagiante e com uma temática incrível ao colocar o quão importante é estarmos presentes para tudo que acontece ao nosso redor e não nos deixar abater por pensamentos negativos. "I'll Make It Up To You" retorna ao romance, ensina como manter o amor forte todos os dias em meio a uma sonoridade suave e alegre. "Yesterday" é a mais experimental do disco. Nesta faixa podemos ouvir Dan Renolds alcançando notas graves acompanhado por acordes de piano que ditam o ritmo. "Mouth Of The River" notamos a presença mais forte da guitarra, mas sem nada diferente do que já conhecemos da banda. "Thunder", segundo single a ser divulgado, mantém a receita inconfundível da banda: percussão e refrão que gruda na cabeça. Assista ao clipe:


No final encontramos respectivamente as faixas "Start Over" e "Dancing In The Dark". A primeira tem uma sonoridade alegre e dançante que relembra bastante "On The Top Of The World". A temática gira em torno da súplica de uma salvação do relacionamento. Já a última faixa é mais lenta e um tanto melancólica passando mais inexpressivamente.

Do forma geral, Imagine Dragons conseguiu fazer um álbum totalmente fresco e fiel a origem da banda. Um dos pontos mais fortes foi perceber que Dan Reynolds explorou seus vocais neste trabalho. Com uma experimentação aqui e outra lá, "Evolve" é um disco convincente e, como próprio nome sugere, uma evolução constante. Aos poucos, fica evidente que a banda está saindo da zona de conforto e desbravar novos oceanos.

Posts Que Talvez Você Goste

0 comments

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Galeria FRS!