Carapuça explica porque vai em direção contrária ao pensamento da sociedade atual

7:30 PM

Carapuça - Foto: Divulgação
Quinteto paulista traz um rock'n'roll pesado e de mensagem impactante em seu álbum de estreia, “A Verdade Doa A Quem Doer”. Conheça essa banda que tem muito a contar.

Por: Ingrid Natalie (twitter: @ingridnatalie)

O rock'n'Roll sempre se relacionou a inquietude e posicionamentos fortes. De alguns anos até  hoje, essa essência deixou de ser o ponto central. Mas, ainda encontramos bandas que trazem em seu DNA atitude e ousadia. A banda Carapuça é um bom exemplo disso. O quinteto nasceu no ABCD Paulista em 2007 e conta na formação com os músicos Capitão (vocal), Danilo Ramos Mago (baixo), Guille (batera), 17 (DJ) e Jack (guitarra).

Em 2010, eles lançaram o primeiro trabalho de estúdio produzido por Nando Moura, “A Verdade Doa A Quem Doer”. São 14 faixas com sonoridade impactante e letras polêmicas que expressam o contrário dos pensamentos atuais. "A verdadeira intenção é dizer a verdade doa a quem doer", afirma a banda. Gradualmente, eles ganharam destaque no cenário independente, principalmente pela eletrizante presença de palco. Em cada cidade excursionada, o número de fãs que apóiam a mensagem da banda cresce, assim como a vontade de despertar, dar forças e evoluir o povo brasileiro. E agora? Quer vestir a carapuça? Confira a entrevista com Danilo Ramos que nos contou mais sobre o início da banda e planos futuros:

FRS: Primeiramente, para aqueles que estão conhecendo o trabalho da banda agora, como que nasceu o projeto?

Danilo Ramos: Carapuça nasceu em 2008 em um projeto idealizado por mim "Mago" e pelo João "Capitão". Sempre amamos rock, a energia presente no estilo é algo fantástico que realmente mexe com o público. Especialmente no Brasil, sempre existiu um "script" para como as bandas de rock deveriam se portar, onde você deveria apenas fazer letras de revolta e de revolução e importantes valores tornavam-se coisa de "caretas". Somos uma banda conservadora, que vai contra essas "regras" impostas e não nos importamos com pessoas que queiram nos rotular. Nós fazemos aquilo que gostamos e aquilo que achamos que é o correto.

FRS: Qual a origem do nome 'Carapuça' e qual mensagem vocês queriam deixar implícita ao escolhe-lo? 

Danilo: Carapuça vem da expressão "Se a Carapuça Serviu"... Ou seja,  as pessoas que nos apoiam e que gostam de nós, A Carapuça Serviu para eles. Claro que também serve para aqueles que se doem com as nossas letras que não vão de encontro com o que eles acreditam. Se eles se doeram, significa que a Carapuça Serviu também. 

FRS: A sonoridade de vocês tem bastante inspiração no heavy metal. Quais artistas são as principais influências da banda?

Danilo Ramos: System of a Down, SlipKnot, Linkin Park e Alice in Chains são influências bem presentes. Nacionalmente, também tivemos influência dos Raimundos mas todos viemos de influências bem distintas. Isso é o que faz nosso álbum ter canções tão diferentes umas das outras.

FRS: Vocês lançaram o primeiro trabalho de estúdio, "A Verdade Doa A Quem Doer". Como foi o processo de composição do álbum? 

Danilo Ramos: Eu vim do Gothic e do Heavy Metal. Nosso ex-baterista da época curtia ska e surf music. Nosso vocalista teve grandes influências de Punk e de Hard rock. Um de nós trazia uma ideia que podia ser uma melodia de voz, um riff ou mesmo uma estrutura já pronta e o restante da banda ia evoluindo as canções até chegarmos na versão final que resultavam em extremos como "Fucking War", "Eu vou com Deus", "Parabéns pra Você", "Boy Maloqueiro", "Ela Manda" e "Um dia seremos um". Todas essas canções demonstram essa pluralidade de influência, e isso tornou uma de nossas principais características: Não nos limitarmos.

FRS: Como foi ter a produção de Nando Moura?

Danilo Ramos: Nando Moura é um cara fantástico. Eu já era aluno dele, apresentei o nosso primeiro álbum, mostrei algumas composições que estavam em curso do segundo e o convidei a ser nosso produtor de "Evolução". que foi prontamente aceito. Diferente do que muitos pensam, ele nos dá total liberdade de composição. Ouve nossas idéias, dá dicas de aperfeiçoamento, sugere novos instrumentos, efeitos ou melhorias no vocal e sempre debatemos sobre os temas abordados em uma conversa de amigos. A experiência foi ótima. Se expandiu para a participação dele no clipe de "Um dia Seremos Um", o vídeo que ele gravou a nosso respeito e hoje se tornou uma grande amizade. Com certeza vamos querer repetir no próximo álbum que já tem 90% das composições praticamente prontas.


Assista ao clipe da música "Um Dia Seremos Um": 


FRS:  O álbum está disponível gratuitamente para download no site da banda. O quão importante é essa forma de divulgação?

Danilo Ramos: Somos realistas em reconhecer que o cenário do rock nacional é bem ruim. A nossa intenção é realmente poder disseminar o nosso som e nossa mensagem o máximo possível e também tentar trazer outros artistas que pensam como nós para criarmos parcerias e crescermos juntos. Existe uma cultura de individualismo muito grande no rock onde as bandas tentam sempre se prejudicar boicotando o trabalho um do outro, algo que não vemos no sertanejo, por exemplo, onde duplas maiores apoiam as menores que vão aparecendo e assim vão mantendo o cenário sempre em evidência. Rock é um querendo destruir o outro o tempo todo.

FRS: Em relação a shows, sabemos que o público está marcando bastante presença. O que vocês sentem ao notar essa reação tão positiva dos fãs?

Danilo Ramos: Nossos fãs são fantásticos. Eles nos ajudam de uma forma incrível e Carapuça hoje só se mantém devido a esse apoio. Os administradores regionais de nossos fã clubes são pessoas que foram aos nossos shows, compraram nosso material, gostaram e passaram a nos ajudar por livre e espontânea vontade, inclusive nos divulgando e até tatuando nosso logo. Um dia queremos e muito retribuir todo esse apoio.

FRS: Finalmente, quais serão os próximos passos da Carapuça?

Danilo Ramos: Temos conseguido uma resposta muito positiva com nosso material no Youtube, nossas novas músicas e com nossos shows. Estamos buscando nos profissionalizar e evoluir em todas essas frentes e queremos visitar cada vez mais novas cidades. Queremos também criar cada vez mais parcerias com artistas, músicos, formadores de opinião e quem mais quiser lutar por aquilo que acreditamos nos tornando irmãos de batalha.  Estamos crescendo dia a dia e vamos incomodar cada vez mais.



Onde encontrar a banda
Site oficial: https://www.carapuca.com/
Facebook: https://www.facebook.com/carapucarock/
Youtube: https://www.youtube.com/tvcarapuca

Próximos shows:
05.05 Fofinho Rock Bar
20.05 Bar Don Ramon
02.07 Anime Fair Embu
09.07 Anime Friends
08.08 Animembu

Posts Que Talvez Você Goste

0 comments

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Galeria FRS!