Toyshop mostra porque música boa não tem prazo de validade

3:48 PM


Texto: Ingrid Natalie (twitter: @ingridnatalie)

Qualquer pessoa precisa de uma pausa para poder descansar e acima de tudo reorganizar as ideias. Isso aconteceu com a banda Toyshop. O quinteto paulistano iniciou atividades em 1993 originalmente com o nome Party Up. A carreira deles ganhou enorme repercussão no cenário underground brasileiro com o lançamento da primeira demo-tape, "Beerock", rendendo um contrato com a extinta gravadora Banguela Records. Consequentemente, vieram os convites para shows nos Estados Unidos chamando a atenção da gravadora Roadrunner Records em meados de 1998. Em seguida, eles mudaram o nome para Toyshop e com "Party Up", primeiro disco de estúdio lançado em 1999, ganharam o mundo através do hit "Daydream". O single alcançou o 1º lugar em canais de TV e rádios europeias e no Brasil não foi diferente. Ao retornar para o país em 2001, a banda decide por não renovar contrato com a gravadora para que cada um dos integrantes pudesse refletir sobre a carreira e escolhas pessoais. Durante essa parada, Natacha Cersosimo (vocal) se formou em veterinária. Guilherme Martin (bateria), Valder Santos (guitarra), Gabriel Weinberg (guitarra) e Nando Machado (baixo) continuaram envolvidos com música.

Em 2012, os músicos se reuniriam novamente e com força total. Este ano a banda lançou em 10 de junho o novo disco de inéditas intitulado "Candy". O recente registro que conta com a produção de Maurício Cersosimo traz nove faixas e uma versão piano e voz de "Daydream". O álbum chegou às lojas via Pug Records em parceria com ForMusic. A banda também divulgou, recentemente o webclipe da faixa título do álbum. O vídeo foi gravado durante o show no dia 24 de abril no Carioca Clube, em São Paulo. Também está disponível na internet o clipe, dirigido por Marcelo Rossi, de "Running Out". A música integra a trilha sonora do filme Apneia, com a diração Mauricio Eça e Ricardo Montanha, e de uma campanha da montadora japonesa Hyundai. Conversamos com o baterista Guilherme Martins que nos disse mais detalhes sobre a carreira e o novo momento da banda. Confira nossa entrevista exclusiva:

FRS: Foi uma agradável surpresa a volta da Toyshop, principalmente para quem acompanha vocês desde o final dos 90. O que mais impulsionou essa nova reunião da banda?

Guilherme Martins: O TOYSHOP, na verdade nunca acabou, sempre estivemos todos em contato e amigos, quando retornamos de nossa carreira internacional, onde estivemos ate nas paradas top 10 na Europa, decidimos que era hora de retornar ao Brasil em inicio dos anos 2000, tocamos e divulgamos o primeiro álbum Party UP lançado mundialmente pela gravadora Roadrunner Records, acabamos não renovando contrato com a gravadora e decidimos que era hora de cada integrante cuidar um pouco de si, afinal a Natacha havia iniciado a carreira como cantora aos 16 anos já que a banda teve seu inicio em 1993.

Foi o tempo que todos precisavam, a Natacha se formou em veterinária, atuante, e Eu, Val , Gabriel e Nando estivemos envolvidos em projetos musicais e empresariais, mas nunca deixamos de nos ver ou de tocar juntos. o Val , compositor da banda, e uma maquina de criar musicas e muitas musicas deste novo álbum ja existem ha muitos anos.

Em 2012 resolvemos que era realmente a hora de dar vida a um novo álbum da banda, voltamos aos palcos, e nos dedicamos a produção de Candy, junto com Mauricio Cersosimo e finalmente demos vida a este projeto com muito orgulho e trabalho.

FRS: O que você diria que mais mudou na banda desde o hiatus?

Guilherme Martins: Muita coisa mudou, as tendências de rock , estilos, a nossa idade (risos), e principalmente a forma de se divulgar uma banda. Em 2000, quando o TOYSHOP estava em plena atividade, mal havia um e-mail, a internet era muito precária. Hoje existem muitas formas diferentes e mais rápidas de se divulgar o trabalho.

Acredito que mesmo o primeiro disco da banda nunca esteve datado, pois não seguimos as tendências, o TOYSHOP faz um som próprio , colocamos nossas influencias e energia ao vivo e em estúdio . Tenho certeza qua a banda ainda tem muita coisa boa para mostrar.

FRS: O show no Carioca Club, dia 24/4, foi excelente! Podíamos sentir uma energia incrível. Vocês consideram essa apresentação o chute inicial de 2016?

Guilherme Martins: Agradeço pelo elogio , fizemos com toda energia possível, foi uma grande oportunidade da 89 , que com certeza eh a radio parceira e incentivadora do Rock no Brasil, foi a primeira vez que executamos as musicas novas de CANDY ao vivo, foi um marco para esta nova fase da Banda! E que seja o primeiro de muitos, tivemos uma carreira ao inverso, tocamos muito no Exterior, tivemos uma grande exposição também em outros países. Com Candy , temos a prioridade de reiniciar e mostrar por aqui o nosso som tocar para quem ja conhece a banda e sempre conquistar novo fãs.

Assista o webclipe de "Candy": 


FRS: Neste mês tivemos o lançamento do novo trabalho de estúdio. Como foi o processo de composição do de "Candy"?

Guilherme Martins: Como havia dito, o Val eh o grande compositor e mentor musical da banda, ele sempre chega com musica e melodia pronta, entramos em estúdio , damos as nossas opiniões e a musica sai naturalmente, afinal são mais de 20 anos tocando juntos.

As letras eu acabo criando em cima das melodias dele, geralmente sigo o refrão para fazer as letras. Estivemos no estúdio com o produtor Mauricio Cersosimo , que também foi o grande responsável pela sonoridade do disco, nos queríamos que tivessem elementos de sinth e metais característicos dos anos 60, 70 ,80, o que passaria por um power pop inglês, um pouco do glam rock e claro a simplicidade eficiente do Punk rock. Todos estes elementos foram gravados em estúdio, desde cordas, metais , piano e etc

Tínhamos mais musicas do que foram incluídas mais as 10 que incluímos foram as principais. Fizemos uma regravação do primeiro sucesso da banda, "Daydream", que foi a música que nos abriu portas no mundo inteiro, e uma forma de fazer uma releitura para os antigos fãs da banda.

A capa e o encarte do novo álbum idealizados e produzidos por Ligia Morris 
FRS: O que foi mais desafiador durante a gravação do novo álbum?

R: Como no disco passado tínhamos o suporte de uma gravadora de porte internacional, estávamos morando em Los Angeles , havíamos gravado nosso primeiro álbum , nada mais do que no SOUND CITY STUDIO, tínhamos sempre uma acessoria pessoas trabalhando para a banda.

O mais dificil para CANDY , foi aprender a fazer tudo que era feito anteriormente por outras pessoas, fazendo por nos mesmos, mas foi um desafio , passar de apenas musico , para musico e music bussiness foi um processo longo, mas tudo se aprende , em minha opinião CANDY , ficou 100% com nosso estilo e pegada, pois não teve interferências de fora, eu curti muito fazer a parte gráfica que foi idealizada por mim e pelo Mauricio, mas tomou vida nas maos criativas de Ligia Morris, uma designer que viveu o Punk rock nas raízes ate se casou no lendário CBGBS , e ver como cada musica tomava vida no estúdio com a produção musical.

FRS: Qual música de "Candy" mais representa o momento atual da banda e por que?

R: O primeiro single, "Running Out", teve um grande feedback para nós. Gravamos um clipe com produção de Marcelo Rossi e nos rendeu um convite para entrar na trilha sonora do filme "Apneia" de Mauricio Eça e também trilha sonora de um comercial da montadora sul coreana Hyundai. É difícil para eu julgar uma musica mais representativa, pois estou muito envolvido com o álbum todo, mas acredito que "Nothing I Can Do", "Candy" e a balada "Take My Hand" tem muito potencial para serem hit singles pois tem um ritmo e refrões cativantes.


Assista o clipe de "Running Out":


FRS: Toyshop tem uma carreira louvável. O que vocês projetam para o futuro e o que ainda almejam conquistar?

Guilherme Martins: Obrigado mais uma vez,  a banda teve uma historia muito interessante desde o seu inicio, fizemos e conquistamos várias coisas que com certeza queremos repetir agora com "Candy". Nos apresentar muito ao vivo, mostrar a energia e diversão da banda e dar um pouco mais de cor ao rock ! O Toyshop embora para muitos seja uma novidade, para outros já é uma banda que possui um longo caminho traçado. Temos muito trabalho, mas basicamente mostrar a história do TOYSHOP novamente nos palcos do Brasil e do mundo.

Ouça o álbum "Candy" através do Deezer, Spotify, iTunes ou se você preferir com o CD físico no site http://wikimetalstore.com.br/toyshop

Posts Que Talvez Você Goste

0 comments

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Galeria FRS!