Royal Blood: trajetória estrondoso igual a sua sonoridade

3:55 PM




As influências do excelente duo britânico transitam entre o blues e stoner rock. Com apenas 1 álbum de estúdio gravados eles já tocaram em vários festivais pelo mundo e continuam a conquistar fãs.

Desde 1950, década na qual tantos nomes importantes da música surgiram, tentam extinguir o rock'n'roll. Contudo, o tempo tratou de mostrar que com a combinação de esforço e talento você pode alcançar o que quiser. Isso é o que vêm fazendo o duo britânico Royal Blood. A banda formada pelos músicos por Mike Kerr (vocal e baixo) e Ben Thatcher (bateria) nasceu em 2013 na cidade de Brighton. Eles chamam atenção não apenas pelo rock cru e visceral, mas também pela habilidade de extrair uma sonoridade tão estrondosa a partir de dois instrumentos. Você praticamente não percebe a ausência da guitarra devido as distorções usadas no baixo.

Em entrevista para o site Tenho Mais Discos Que Amigos Mike disse, "rock’n’roll prova sempre que nunca esteve morto. Eu nunca conheci conheci alguém que genuinamente acreditasse que o rock precisava de salvação. É aquilo, é o que 'eles' dizem, mas quem são eles, afinal?"

Logo no primeiro ano da carreira a dupla teve apoio do baterista Matt Helders (Artic Monkeys) que vestiu uma camisa de apoio à banda durante show no festival Glastonbury. Coincidência ou não Royal Blood assinou contrato com o mesmo selo do Artic Monkeys. Em novembro de 2013 eles lançaram o single "Out Of The Black" que trouxe como b-side a música "Come On Over". Esse single fez o Royal Blood atingir o 1º lugar nas paradas britânicas.

Assista ao vídeo de "Out Of The Black"


Naquele ponto se tornou praticamente inevitável uma parceria entre Royal Blood e Artic Monkeys. A dupla abriu para o Artic Monkeys em dois no Finsbury Park, em maio de 2014. O resto é história. Em 25 de agosto do mesmo ano eles lançaram o álbum homônimo que foi extremamente elogiado pela crítica, tanto que foi o primeiro álbum de rock britânico que vendeu mais rápido em três anos no Reino Unido.

A banda mais promissora de 2014, de acordo com a BBC, atraiu os ouvidos de grandes artistas como Foo Fighters e Jimmy Page, o lendário guitarrista do Led Zeppelin. Mike Keer revelou em entrevista que não sente nenhuma pressão devido a todos os elogios proferidos a banda. "É incrível saber que esses caras nos escutam porque fomos muito inspirados pelo som que eles fazem", afirmou o vocalista.

Assista ao clipe de "Little Monster"


Logicamente, vieram os convites para participações em importantes festivais como o South by Southwest, Download, Glastonbury e Reading. No Brasil a banda teve a sua primeira passagem durante o Rock In Rio 2015, onde foi uma das atrações do palco mundo juntamente com Metallica, Motley Crue e Gojira.

Royal Blood durante apresentação no Rock In Rio 2015 - Foto: Marcelo Mattina
Recentemente, Royal Blood compôs a música "Where Are You Now" para o seriado "Vinyl".  Confira: 


O segundo registro de inéditas está nos planos do duo britânico e deve ser lançado ainda em 2016. Entretanto, eles irão anunciar de forma oficial somente quando estiver completo. Os dois anos anteriores foram bastante intenso para os músicos e apenas agora que ambos terão tempo para se concentrarem nas composições. Eles também não pretendem mudar a estrutura baixo/bateria. Segundo Mike Kerr, o momento não é de reinventar e sim de manter o que está dando certo.


Posts Que Talvez Você Goste

0 comments

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Galeria FRS!