Miss Pepper: 'nossa essência é a nossa musica'

1:34 PM

Miss Pepper: quarteto formado em SP e com muito rock'n'roll na veia. Foto: Marcelo Cañada
Por: Ingrid Natalie (twitter: @ingridnatalie)

As mulheres possuem um lugar bem consolidado no rock'n'roll. Joan Jet, Doro, Cássia Eller e Pitty são alguns nomes que representam com maestria o talento e a capacidade feminina dentro deste gênero tão predominantemente masculino. Seguindo os mesmos passos dessas excelentes musicistas, temos a banda paulista, Miss Pepper. O grupo nasceu em 2014 e é formado por Paolla Arcanjo (vocal), Lynda Bz (bateria), Mel Sant'Ana (guitarra) e Gabi Lima (baixo). Elas já mostraram muita força participando de festivais, como por exemplo o Girls N'Rock no Manifesto Rock Bar em São Paulo.

A sonoridade da Miss Pepper permeia o hard rock, country e blues. Além disso, todas as letras são autorais e escritas em inglês. Tudo isso sem deixar de lado a originalidade e irreverência, como elas próprias descrevem. Hoje em dia, o quarteto paulista de prepara para lançar, no dia 25/09, o seu EP de estreia, intitulado "Road, Roses and Time". A produção do registro ficou nas mãos de Henrique Baboom. Entrevistamos a baterista Lynda Bz que nos contou sobre o início da banda, o primeiro material estúdio e o futuro da banda.

FRS: Primeiramente, como vocês se conheceram e decidiram formar a banda?

Lynda: Eu estava de molho em casa com o pé quebrado amadurecendo a ideia de montar uma banda de Hard Rock e me indicaram a Mel. Quando vi ela tocando fiquei impressionada e já entrei em contato com ela na hora. Ela também estava acabando a faculdade e não poderia tocar naquele momento, mas acabamos conversando sobre este projeto para um futuro próximo. Depois de alguns meses ela entrou em contato comigo me chamando para uma banda que ela estava formando com a Paolla, que tocava com ela em um Vixen Cover. A nossa primeira baixista saiu em 2014. Aí nos indicaram a Gabi, por coincidência ela estava saindo da outra banda dela, e ela topou. Demoramos quase dois anos do inicio da Miss Pepper para começar a fazer shows. Nossa primeira vez no palco juntas foi no final de 2104, na Jam da Gang da 13. 

FRS: Da onde veio a inspiração para o nome Miss Pepper?

Lynda: Eu tinha uma lista de nomes que fiz enquanto estava com o pé quebrado! kkk
Um dia, depois de um ensaio, sentamos em uma pizzaria e fui falando os nomes. Estávamos querendo um nome feminino e forte e quando falei Miss Pepper foi unanime!

FRS: Qual você que diria que é a principal essência da Miss Pepper?

Lynda: Somos fieis à nós mesmas na hora de compor, acho que essa é nossa essência. Consequentemente, nossa essência é a nossa musica. Fazer as nossas musicas exatamente como queremos, do nosso jeito e sempre unidas. 

FRS: Vocês participaram do festival Girls N' Rock, primeiro evento totalmente dedicado às mulheres do rock. Conte-nos sobre a experiência.

Lynda: Foi um festival muito legal com bandas incríveis no bar de Rock mais conceituado de SP. Foi muita pressão, pois a eliminatória foi apenas nosso quinto show juntas e comparando com a maioria das bandas que participaram, somos uma banda nova. Ficamos muito orgulhosas já por termos ido para a final. Nossa pontuação foi bem alta, grudando nos primeiros lugares, e ainda ganhamos voto popular, para nós isso foi gratificante demais. 

FRS: Vocês lançarão o EP "Road, Roses And Time" dia 25/09. Como foi todo o processo de produção?

Lynda: É muito bom ver tudo que fizemos se transformar e evoluir. Tentamos fazer tudo o mais juntas possível. Todas opinam em tudo e sempre chegamos em algo que agrade todas. Sempre tudo é pensado de como vai soar, nossas influencias, nossos gostos. Gostamos de muita coisa parecida, mas ao mesmo tempo temos influencias bem diferentes e no final isso traz muita coisa legal na hora de fazer uma musica. Com o tempo fomos percebendo que queremos cada vez mais sermos fieis à nós mesmas, como disse anteriormente. Toda composição realmente é feita com muito carinho, e foi assim durante a gravação também.

Capa do EP com lançamento para 25/09/2015. Ilustração por: Paulo Coruja
FRS: Como que surgiu a decisão de compor em inglês? 

Lynda: Foi unanime também. Foi questão de  preferencia nossa para nossas composições mesmo.

FRS: Em pouco tempo o clipe da música "Drive" recebeu quase 3 mil visualizações. Qual foi a reação da banda a ver essa receptividade tão positiva?

Lynda: Ficamos muito felizes. É muito bom ver nosso trabalho ser reconhecido. Fazemos tudo com muito carinho, pensamos em cada coisa que vamos colocar em uma musica. Não tem nada mais gratificante do que ver essa resposta positiva da galera. Tudo aconteceu muito rápido e estamos sempre sendo surpreendidas.




FRS: Com esse bom prognóstico, quais são os principais planos da banda para o finalzinho de 2015 e o próximo ano?

Lynda: Depois do lançamento do EP queremos voltar a compor. Com a correria do clipe, gravação do EP, festival não estava sobrando tempo para uma das coisas que mais amamos fazer. Estamos morrendo de saudade de nos reunir e criar.

Quer conhecer mais sobre a banda? Siga as meninas nas redes sociais.
Facebook: https://www.facebook.com/misspepperrock
Twitter: https://twitter.com/misspepperrock
Instagram: @misspepperrock 

Posts Que Talvez Você Goste

0 comments

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Galeria FRS!