Sampa Music Festival termina sua 11ª edição com sucesso de público

10:30 AM

Por: Ingrid Natalie (@ingridnatalie)

Problemas devido a greve do metrô te impediram de sair? Não para o público que lotou o Espaço Victory ( Rua Major Ângelo Zanchi, 825, Penha - São Paulo) nesse último domingo, 08/06. Aproximadamente quatro mil pessoas marcaram presença para prestigiar a 11ª edição do Sampa Music Festival. O evento surgiu em 2009 com a finalidade de dar espaço para bandas independentes, o sucesso foi tão grande que ganhou status de maior festival de rock independente do Brasil.

Foram mais de 12 horas interruptas preenchidas por punk, hardcore, heavy metal e ska. Neste ano os headliners escalados foram Forfun, Fresno, Rancore, Gloria, Project46 e JohnWayne. Enquanto as atrações principais não chegavam, mais artistas da cena underground agitaram tocando músicas próprias e covers de  nomes importantes do rock como Foo Fighters, Ramones, Linkin Park e Rage Against The Machine. 

Acompanhamos o show da banda Lakamy. O quinteto paulista é formado por Kamy (vocal e guitarra), Rafa (guitarra), Fage (baixo), Adrian (bateria) e Lucas (guitarra). O grupo tem uma sonoridade bastante interessante, atravessando entre pop, reggae e distorções do heavy rock. 

Lakamy durante apresentação no Sapa Music Festival. Foto: Ingrid Natalie

O show do Rancore era um dos mais aguardados da noite. A banda subiu ao palco às 19:15 e executou vários sucessos "Samba" (uma das mais pedidas), "Jeito Livre", "Respeito é a Lei", "5:20", "Ritual" e "Seleção Natural". Teco Martins parecia um incêndio incontrolável! O vocalista comandou o público de forma excepcional, batendo no peito, se conectando com os fãs tanto verbalmente como fisicamente se movendo de um lado pro outro do palco a todo instante. Foi uma performance orgânica e sincera. Infelizmente, a banda anunciou hiatus por tempo indeterminado e confirmou que o último show será em agosto, na capital paulista.

Rancore durante apresentação no Sampa Music Festival. Foto: Ingrid Natalie
Fresno entrou às 21:17 e fez uma das apresentações mais tocantes do festival. Precisos, entrosados e exibindo muito peso. Lucas Silveira (vocal), Gustavo Mantovani (guitarra), Mario Camelo (teclado) e Thiago Guerra (bateria) iniciaram o set list com a música "Prova de Balas", faixa presente no novo EP "Eu Sou a Maré Viva" lançado em 31 de Março. Todas as músicas do EP foram tocadas e algumas antigas também, como "Eu Sei", "Maior que as Muralhas"  e ''Diga, Pt.2''. Porém, uma surpresa aguardava os fãs. Rodrigo Tavares apareceu e tocou a música "Milonga" comovendo todos os fãs, observamos alguns chorando. O ex-baixista deixou a banda em 2012 para se dedicar ao seu projeto solo, Esteban. 

Fresno durante apresentação no Sampa Music Festival. Foto: Ingrid Natalie
A 11ª edição do Sampa Music Festival teve a produção das agências Venus One e Sob Controle e se concluiu com feedback positivo. A única ressalva a se fazer refere-se a ventilação do Espaço Victory, algumas pessoas precisaram ser socorridas devido ao calor. No geral a organização transcorreu sem maiores problemas, haviam dois palcos prontos "Palco Sampa" e o "Palco Music" fazendo com que os artistas se apresentassem de forma alternada e dessa forma não houve atrasos. 

O mais impressionante de todo o festival foi assistir o público cantando todas as músicas com as letras na ponta da língua. Apresentações impecáveis do Glória, Project46 e JohnWayne. Não é errôneo afirmar que a cena do rock independente no Brasil continua muito forte e relevante. Provando que o mais importante não é fazer parte de uma gravadora, mas sim correr atrás de um ideal e propagar sua mensagem.   

Posts Que Talvez Você Goste

0 comments

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Galeria FRS!