Blues e Hard Rock predominaram no segundo dia do Lollapalooza Brasil 2013

11:55 AM


Texto e supervisão: Ingrid Natalie (@ingridnatalie)
Fotografia: Arthur Henrique (@twick_)

Energias reabastecida e prontos para o segundo dia de atrações no Lollapalooza Brasil. A mãe natureza ouviu as preces de todos tanto que permitiu um dia ensolarado de céu azul até o final. Mas, como não é a previsão do tempo que realmente interessa, vamos ao que importa de verdade. 55 mil pessoas estiveram presentes no sábado 30/03.

Tomahawk subiu ás 15:30 no palco Butantã proporcionando um show forte do início ao fim. "MayDay" e "God Hates a Coward"  abriram o setlist do grupo que conta com o endiabrado Mike Patton nos vocais. Ele já bem habituado com o público brasileiro e praticamente falando português fluentemente, sentiu-se muito a vontade em pronunciar "porra, caralho". Apesar de estrear em terras brasileiras, Tomahawk possui alguns anos de estrada, 4 álbuns de estúdio e uma formação invejável com Duane Denison (Jesus Lizard), John Stainer (Battles, Helmet) e Trevor Dunn (Mr. Bungle, Fantômas). Vale a pena destacar que Mike Patton tem uma das vozes mais versáteis do rock, ele não tem medo de por as cordas vocais dele a prova sempre que precisar.



Franz Ferdinand pisou diversas vezes em terras brasileiras, mas sempre faz um show muito eufórico como se fosse a primeira vez que estivesse se apresentando aos fãs brasileiros. O quarteto escocês decidiu que apresentaria novas músicas, mas também não faltaram os sucessos 'Walk Away', 'This Boy' e fechando com a sensacional 'This Fire' incendiando o público.

Simultaneamente no palco alternativo o Alabama Shakes liderado por Brittany Howard encantava os fãs. O ritmo alegre do country rock perdurou durante o show inteiro. Era possível avistar pessoas dançando ao clima tranquilo. Brittany tem um dos timbres de voz mais bonitos da atualidade, uma Janis Joplin porém contemporânea além de estar acompanhada por excelentes músicos. O setlist foi inteiro composto pelo, até o momento, único disco de estúdio o "Boys and Girls". O hit "Hold On" foi cantado em coral e ao final do show uma sensação de satisfação entre banda e público ficou pairando no ar.



Além de trazer Jon Theodore (ex-The Mars Volta) como novo baterista o Queens of The Stone Age apresentou também uma nova música 'My God Is The Sun', e recheou o show com clássicos 'No One Knows', 'Sick, Sick, Sick', 'Little Sister' e 'Go With The Flow'. O vocalista Josh Hommes motivou uns minutos para disseminar o amor com "Make It Wit Chu". 

Bandas que não se utilizam de recursos mirabolantes para causar um bom impacto merecem respeito. Essa foi a receita usada pelo The Black Keys que se apresentou no palco Cidade Jardim ás 21:30. A dupla americana formada por Dan Auerbach (vocal / guitarra) e Patrick Carney (bateria) exibiram uma harmonia muito bem construída através de 12 anos de estrada e 7 álbuns gravados. Iniciaram o show com as músicas 'Howlin for You' e 'Next Girl'. O virtuosismo de Dan foi presenciado na música "Gold On The Ceiling" do premiadíssimo disco 'El Camino'. Também tocaram 'Nova Baby' e 'Lonely Boy' colocou o Lolla inteiro para dançar. A dupla fechou com a pesada "I Got Mine".




Posts Que Talvez Você Goste

0 comments

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Galeria FRS!