Eve Desire é a promessa brasileira do heavy metal sinfônico

10:00 AM


Banda paulista alia heavy metal, música erudita, power metal e vocal lírico em uma perfeita combinação

Texto: Ingrid Natalie (instagram: @femalerocksquad)

O heavy metal e o canto lírico combinam tão perfeitamente que não por acaso acompanhamos bandas como Nightwish, Epica e Within Temptation manter um sucesso estrondoso há anos. Em terras brazucas, não é diferente. O estilo tem muitos admiradores e revela talentos surpreendentes. Encontramos nele a cantora Arya Medeiros que participa dos projetos Brazilian Metal Queen, Deusas do Rock Brasil e o mais importante deles, Eve Desire.

Arya fundou a Eve Desire ao lado do seu marido Wagner Cappia (vocal e teclado) em 2012. A banda começou fazendo tributo ao Nightwish sob o nome de Ever Dream. Depois de um ritmo frenético com mais de 100 shows em 1 ano, eles decidiram trilhar o caminho do som autoral, lançando de forma independente o single “Vitruvia” (2013). A música chamou tanta a atenção que Thiago Bianchi (Shaman e Nocturnall) os convidou para a produção do primeiro álbum.

Em 2017, Eve Desire foi responsável pelo arranjo orquestral da faixa de abertura do álbum comemorativo aos 25 anos de carreira do músico Edu Falaschi e ganhou excelentes críticas em resenha na Revista Rodie Crew. Além disso, a banda dividiu o palco de importantes nomes internacionais como o Noturnall de Mike Portnoy em novembro de 2019 e Vision Divine em março de 2020. Além de

O mais recente lançamento da banda é o álbum "Prelude to Singularity" (2020). Esse registro de estúdio traz uma nova versão da música "Vitruvia" e muita influência de heavy metal sinfônico juntamente com o vocal lírico. Batemos um papo com a simpática Arya que nos contou sobre o início da sua carreira, como é trabalhar com o marido e os planos futuros para a Eve Desire. Confira:

FRS: Antes de tudo, qual é a sua primeira lembrança relacionada a música? Como e quando  você se interessou pela música?

Arya: Minha primeira lembrança é cantando no coral da escola que estudei, lá pelos 7 anos. Era um colégio de freiras e eu cantava em coral, que era nossa aula de música. Sempre me vi cantora, mas demorou até entender que isso poderia ser uma profissão. Achava que era só uma ilusão, mas o tempo foi passando e a vontade aumentando. Até que aos 17 anos comecei efetivamente a ir atrás de estudar e cantar de verdade.

FRS: Você se tornou cantora lírica. Quais são as suas principais inspirações?

Arya: No campo erudito, Maria Callas. Mas, antes eu já ouvia metal e amava Tarja, Angra e Shaman. E hoje, meus ídolos são meus mentores. Eu estudei com André Matos e o Thiago Bianchi é nosso produtor. Já passei um dia inteiro na passagem de som da Tarja em um show dela aqui em São Paulo e foi surreal. Tudo que envolve música erudita e heavy metal me inspira.

FRS: Você integrou os projetos Brazilian Metal Queen e Deusas do Rock Brasil. Pode nos contar mais sobre esse momento da sua carreira?

Arya: Sim, estou nos projetos até hoje. É uma honra e uma responsabilidade fazer parte. Tantas meninas buscam espaço e ter conseguido é algo muito marcante na minha carreira. O trabalho deles é muito incrível, eles se empenham muito em dar espaço e estrutura para as musicistas no rock. Tem um crivo bem duro, mas abrem muitas portas e são grandes amigos atualmente. Eles me deram espaço quando eu ainda não era ninguém, e serei eternamente grata por isso.

FRS: Atualmente, você é a vocalista da banda de metal melódico Eve Desire ao lado do seu marido Wagner Cappia. O que motivou vocês a iniciarem a banda?

Arya: Nós nos conhecemos quando montamos a banda. Tudo começou quando eu procurei tecladista na Internet e ele procurou vocalista, ambos querendo montar uma banda de heavy metal sinfônico. Rapidamente nos envolvemos e hoje temos 7 anos de casados e 2 filhas. Nós dois temos formação erudita e somos apaixonados por metal sinfônico. Então, começamos com Nightwish cover e depois viramos banda autoral. E cá estamos, fazendo aberturas intencionais, num dos principais selos do mundo (Dynamo Records, mesmo selo do Nightwish no Brasil), e muito realizados.

FRS: Como funciona a dinâmica de composição entre você e o Wagner?

Arya: Ele compõe todas as músicas, eu faço a melodia, letras e os corais. Os coros do disco são arranjos meus com o Bianchi. Gostamos muito de física, relação entre música e matemática, então esse vem sendo o tema central dos nossos trabalhos. Temos as mesmas influências e estilo, isso ajuda muito.

FRS: Como você analisa a evolução e amadurecimento da Eve Desire até agora?

Arya: Olha, para mim é uma história de superação e sucesso. Aconteceu tanta coisa ao longo do caminho, e nunca cedemos. Tivemos dificuldades em encontrar músicos para trabalhar. Só deu certo quando contratamos gente para gravar. Eu quis fazer duas pausas para ter minhas duas filhas que foram planejadas, o Bianchi adoeceu e ficou 1 ano sem produzir.

Nesse meio tempo,  aconteceram diversas dificuldades financeiras, levantamos o Conservatório Ever Dream do zero, enfim, foi muito difícil.Tocar uma banda e um conservatório no meio de tantos problemas foi enlouquecedor. Fora o meu processo particular de dar a luz a 2 crianças, amamentar, tudo ao mesmo tempo.

Então, quando olho para o disco, para as nossas conquistas hoje - fizemos a abertura do show do Vision Divine em São Paulo 10 dias antes da quarentena e o lançamento do álbum uma semana antes da quarentena, abrimos para a Noturnall com o Mike Portnoy em Criciúma no fim de 2019, tocamos na Kiss FM, temos aberturas confirmadas para o Sonata Arctica em Limeira e Curitiba assim que tudo normalizar, o disco já tem faixas em várias playlists importantes do Spotify mesmo tendo sido lançado, sem querer, no auge da pandemia. 

No nosso início também colecionamos gratas vitórias, como ter sido um dos melhores Nightwish cover do mundo, termos sido descobertos pela Rádio UOL logo após o lançamento de uma demo independente, gravamos uma das faixas do CD em homenagem ao Edu Falaschi e seus 25 anos de carreira. Quando lembro disso tudo, só sinto que valeu cada pancada e que esse é o começo de uma história incrível que estamos fazendo no heavy metal sinfônico brasileiro. Em frente!

FRS:  O lançamento mais recente da Eve Desire é o álbum "Prelude To Singularity" (2020). Conte-nos sobre o processo de produção do álbum.

Arya: Foi super complexo. Aconteceu de tudo para desistir. Isso na parte da vida real (risos). Na parte musical, desde o princípio as composições foram guiadas pelo produtor, pois fechamos com ele antes de ter o álbum escrito e logo depois do lançamento da nossa demo "Vitruvia" pela Rádio UOL. Cappia fez as músicas, eu letrei e compus as melodias.

Quando entramos para finalizar as gravações, o produtor tomou conhecimento do meu coro lírico profissional, onde sou Maestrina. E quis botar o coro no disco, por ser uma baita coisa bacana ter um coro de pessoas e não um coro de teclado, como normalmente acontece. Esse processo de criar, coordenar e gravar mais 8 linhas de coral com 10 cantores levou mais 10 meses de gravação. Mas o resultado valeu muito a pena! A temática do disco é física quântica, com uma história de amor no meio. É um álbum conceitual. Tudo ficou muito com a nossa cara, o produtor foi incrível e o resultado está aí!


Assista ao lançamento do álbum:


FRS: Qual música mais representa a fase atual da Eve Desire?

 Arya: Acho que é a Chronos. Porque ele fala do tempo cronológico e do tempo qualitativo, e no meio desse cenário atípico que está mudando o mundo, tem tudo a ver. Ela nos leva a refletir sobre o que estamos fazendo com o pouco tempo que temos aqui nessa existência.

FRS: Para finalizar, quais são os planos da banda quando voltarmos ao normal?

Arya: Primeiro, realizar os shows que já estavam agendados, assim como a tour para América do Sul. Depois, conseguir lançar o disco na Europa e Japão, que adora esse tipo de som.E também já vamos engatar o segundo álbum, para avançar a trilogia que começa com o "Prelude to Singularity"! Stay Tuned! Obrigada pelo espaço e pela dedicação de vocês com as mulheres no rock!


Assista ao clipe do single "Quantica":

Posts Que Talvez Você Goste

0 comments

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Galeria FRS!