Iron Maiden prova a razão de ser uma das bandas mais importantes do heavy metal

5:45 PM

Iron Maiden tocando "Aces High" no estádio do Morumbi, em São Paulo - Foto: Move Concerts/Instagram
Aproximadamente 61,5 mil pessoas estiveram presentes no estádio do Morumbi e viram mais um show épico da turnê Legacy Of The Beast

Texto: Ingrid Natalie (instagram: @femalerocksquad)

Poucas bandas têm tamanha capacidade para se reinventar como o Iron Maiden. O sexteto inglês liderado pelo baixista Steve Harris e o vocalista Bruce Dickinson usa, além do talento musical, sua genialidade para cada show ser história única, singular e especial. Sabendo disso, os fãs não poupam esforços e sempre lotam onde quer que a banda passe. Assim aconteceu no Estádio do Morumbi, em São Paulo, no último domingo, 06/10, para a turnê Legacy Of The Beast. 

Com um enredo parecido como o do Rock In Rio na sexta-feira, 04/10, a banda abriu os serviços com a acelerada e pesada "Aces High" do álbum "Powerslave" (1984). Destaque para o belíssimo cenário com uma réplica de um caça da aeronáutica britânica sobrevoando o palco e Bruce Dickinson trajado de aviador atravessando o palco de um lado para o outro agitando os fãs. O setlist continuou com "Where Eagles Dare" e "2 Minutes To Midnight"

Logo em seguida, em uma das primeiras intervenções, Dickinson brincou usando a rivalidade RJ e SP.  "Fizemos um 'showzinho' no Rio de Janeiro e nos disseram que aquele foi o melhor show que já viram no Rock in Rio. Mas, hoje, será diferente. Estamos em São Paulo e aqui não será o melhor show do Rock in Rio. Aqui será o melhor show do Brasil. Acreditem em mim", provocou o vocalista.

Apesar de "The Clansman" ser originalmente cantada por Blaze Bayley, Bruce tomou a música para si, vocal com execução perfeita. A música fala sobre a busca da liberdade do povo escocês e de fato ela tem um poder enorme ao vivo quando o coro 'freedom' (liberdade) é cantado em uníssono. Isso aliado a qualidade técnica altíssima de Steve Harris (baixo), Nicko McBrain (bateria), Dave Murray (guitarra), Adrian Smith (guitarra) e Janick Gers (guitarra). Notamos com clareza a progressão de cavalgada do baixo, as guitarras se complementando e a bateria comanda a orquestra perfeita que é a banda.

Steve Harris durante show em São Paulo - Foto: Ingrid Natalie
Em "The Trooper" vimos uma luta de espadas entre Dickinson e Eddie, o mascote da banda de três metros de altura. Nesta hora, o vocalista exibiu todo sua habilidade com a espada, pois além de piloto de avião, fabricante de cervejas, palestrante de empreendedorismo, ele também é esgrimista profissional. Também foi um dos primeiros momentos que Bruce segurou a bandeira do Brasil. Seguindo com a troca de cenário e roupas, a Donzela de Ferro ainda trouxe de volta um clássico dos anos 1980, “Flight Of Icarus”, com direito a lança-chamas em referência às asas derretidas do personagem Ícaro.

Bruce Dickinson com lança-chamas durante a execução de "Flight Of Icarus" - Foto: Ingrid Natalie
Na sequência veio uma trinca avassaladora com "Fear Of The Dark", "The Number Of The Beast" e "Iron Maiden" respectivamente. Destaque para o clima teatral de "Fear Of The Dark" quando Dickinson apareceu de cartola, máscara e capa, praticamente inspirado pela obra "Fantasma da Ópera". A apresentação foi terminou com um bis de "The Evil That Men Do", "Hallowed be Thy Name" e "Run To The Hills".

SETLIST COMPLETO:
- Aces High
- Where Eagles Dare
- 2 Minutes to Midnight
- The Clansman
- The Trooper
- Revelations
- For the Greater Good of God
- The Wicker Man
- Sign of the Cross
- Flight of Icarus
- Fear of the Dark
- The Number of the Beast
- Iron Maiden
Encore:
- The Evil That Men Do
- Hallowed Be Thy Name
- Run to the Hills

Posts Que Talvez Você Goste

0 comments

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Galeria FRS!