Paul McCartney encanta público paulista com show impecável

7:12 PM


Uma apresentação com enxurrada de clássicos, efeitos pirotécnicos e muita simpatia 

Texto: Ingrid Natalie (instagram: @femalerocksquad)

Paul McCartney é uma verdadeira unanimidade. O ex-Beatle fez a sua quarta passagem em São Paulo  no último domingo, 15/10, com direito a um show para mais de 45 mil pessoas no Allianz Parque. A apresentação é parte da turnê "One On One". Os ingressos se esgotaram em pouquíssimo tempo. E de fato não seria diferente. São raras as oportunidades de se ver um ídolo da música que além de ser extremamente virtuoso e carismático também exibe, aos 75 anos, uma vitalidade invejável com performances de 3 horas de duração. 

Com um repertório tão extenso e repleto de sucessos, é praticamente impossível agradar gregos e troianos. Contudo, Macca escolheu a dedo músicas que contemplaram todas as fases de sua carreira. Às 21:02 começou os acordes de "A Hard Day's Night" dando indícios de um show empolgante e memorável. Em seguida, os fãs do Wings foram presenteados com a execução de "Junior's Farm" e "Jet". Quem queria ver mais coisas dos Beatles também saiu satisfeito com as músicas "Can't Buy Me Love", "Drive My Car" e "We Can Work It Out".  O cavaleiro inglês esbanjou simpatia ao fazer uma dança, com direito a rebolada, durante a romântica "And I Love Her"

O músico homenageou muitas pessoas queridas. Ele ofereceu "My Valentine" para a esposa Nancy Shevell que estava presente no show. O lendário guitarrista Jimi Hendrix também foi lembrado na breve passagem instrumental de "Foxy Lady", hora em que Paul parece querer mostrar que ainda tem muito talento com os instrumentos. Ele toca baixo, guitarra, ukulele e dois tipos de piano na apresentação. "Love Me Do" foi dedicada ao produtor George Martin, considerado quinto Beatle. Antes de tocar "Here Today", Paul disse que a música era sobre uma conversa que nunca teve oportunidade de ter com o John. E finalmente, George Harrison recebeu um lindo tributo com a música "Something", primeiro começando suave no ukelele e terminando de forma épica com guitarra, bateria e um lindo coro uníssono do público. 

As músicas "Queenie Eye" e "New", do álbum "New" (2013), fizeram bonito e agitaram os fãs, assim como o single "FourFiveSeconds", lançada em parceria com a cantora Rihanna e o rapper Kanye West. Mas, foram os clássicos que fizeram brotar lágrimas de emoção. "Live And Let It Die" é literalmente explosiva, chamas saindo do palco e fogos de artifício deram um ar apoteótico para música. Assista a um trecho:



"Yesterday"  é encantadora com sua atmosfera acústica e letra reflexiva. "Hey Jude", com seus vários "nananana", chamou os beatlemaníacos para cantarem a plenos pulmões. Em "Let It Be" se configurou outro momento épico quando o estádio ficou completamente iluminado pelas luzes dos celulares. "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band" devolveu a agitação e dança para o show, assim como a pesada "Helter Skelter".  Já se aproximando do final do show, Paul ofereceu a música "Birthday" a todos os aniversariantes do dia. A sensacional performance terminou com as canções "Golden Slumbers", "Carry That Weight" e "The End"

McCartney ainda tem shows agendados em Belo Horizonte (terça-feira, 17 no Mineirão) e estará pela primeira vez na Bahia, onde se apresenta na Fonte Nova em Salvador na sexta-feira dia 20.

Posts Que Talvez Você Goste

0 comments

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Galeria FRS!