Vespas Mandarinas lança novo álbum

11:00 AM

Vespas Mandarinas - Foto: Rui Mendes
"Daqui Pro Futuro" mostra uma nova sonoridade do duo e conta com várias participações especiais

Por: Ingrid Natalie (twitter: @ingridnatalie)

O tão esperado sucessor de “Animal Nacional” (que foi indicado ao Grammy Latino em 2013), "Daqui pro Futuro" apresenta a nova fase da dupla formada por Thadeu Meneghini (voz) e Chuck Hipolitho (guitarra e voz) com um pop rock mais abrangente, moderno e letras que transitam entre o romântico e o político.

As gravações ocorreram entre SP e Rio com produção de Michel Kuaker, Rafael Ramos e do próprio Thadeu. Nas 14 novas composições, o duo contou com vários convidados especiais, entre eles Edgard Scandurra, Pupillo, Marcelo Yuka, Marcos Suzano, Leoni, Fábio Cascadura e Samuel Rosa. Confira a entrevista exclusiva com Chuck Hipolitho que nos contou sobre todo o processo de produção do álbum e do novo momento da banda: 

FRS: Vocês acabaram de lançar seu segundo álbum de estúdio, "Daqui Pro Futuro". Quais foram os desafios que vocês precisaram encarar durante a composição do novo disco? 

Chuck: Gravar um disco novo já é um desafio. É preciso selecionar um repertório e entrar no estúdio e começar tudo do zero. Parte do disco foi gravado no Rio de Janeiro, outra parte maior foi gravada em São Paulo e depois voltou ao Rio para ser finalizado. Quase um ano de produção no total. No meio do caminho nos tornamos uma dupla. Muitas coisas aconteceram e se transformaram. Apesar disso o disco tem mais de 30 músicos diferentes tocando e novos parceiros como Leoni e Marcelo Yuka nas composições. Organizar tudo isso deu trabalho mas valeu a pena. Temos Edgard Scandurra e Samuel Rosa tocando entre outros. 

FRS: Como surgiu o nome "Daqui Pro Futuro"?

Chuck: Tínhamos algumas opções muito boas, queríamos algo que remetesse a nós mesmos. Daqui Pro Futuro, a música que abre o disco serviu de inspiração para o nome do álbum. Demos uma zerada nos nossos relógios e passamos a considerar as coisas a partir de agora daqui pro futuro. 

Capa do disco "Daqui Pro Futuro"
FRS: "Animal Nacional" foi um álbum bem sucedido e agora com "Daqui Pro Futuro" percebemos uma nova sonoridade da banda. Quais são as principais diferenças entre os dois trabalhos?

Chuck: O processo de levantar as músicas foi bem diferente do Animal Nacional. Começamos do zero em cada canção e a partir de uma base fomos atendendo o que a música pedia. O processo foi bem livre, pois uma das propostas era quebrar com o padrão antigo de som de "banda de rock". Daqui Pro Futuro é um disco mais sossegado em termos de sonoridade, mas para nós é mais denso em relação a temática geral e diversidade. É um disco bem mais eclético e pop. Capaz de conversar com mais pessoas. Estamos mais poéticos e mais contundentes. Acho que diferente do Animal Nacional o Daqui Pro Futuro talvez precise de um tempo para ser assimilado. Mas não pra todos. 

FRS: Qual faixa de "Daqui Pro Futuro" mais representa a fase atual da banda?

Chuck: Todas elas. Mas acho que a que mais representou no dia em que estou escrevendo foi a Só Se Vive Uma Vez. 

FRS: Aconteceram várias colaborações especiais no processo de gravação do novo álbum, por exemplo, Samuel Rosa (Skank) e Edgar Scandurra (Ira!). O quão importante para vocês é ter a integração de músicos do rock nacional?

Chuck: Nem todos são do rock. Lino Krizz é parceiro dos Racionais e ajudou a escrever o disco solo do Mano Brown, por exemplo. Para a gente o mais importante é a energia incrível que essas pessoas colocam no som. Todos são pessoas capazes de colocar o coração na música e ficaram livres para tocar como quisessem no disco. Todos são uma influência fora do estúdio também. É um privilégio ter todos eles conosco.

FRS: Falando em colaborações, KondZilla produziu o clipe da faixa título do disco. Como veio o contato e a ideia de trabalhar com ele?

Chuck: O contato e a ideia partiu de nós mesmos. A plataforma dele já existe e é muito bem sucedida. O formato estava lá. A ideia estava lá. Nos enxergávamos nele. Foi um jeito legal e divertido de começar a divulgar o disco dando uma provocada em todos. Aprendemos um bocado com a experiência.


Assista ao vídeo:


FRS: Finalmente, o que os fãs podem esperar da banda 'daqui pro futuro'?

Chuck: Estamos muito felizes em lançar mais um disco com tanta gente envolvida. Vamos fazer clipes e nos preparar pra cair na estrada. Obrigado pelo espaço e um beijo de amor a todas as pessoas que leram a entrevista.

“Daqui pro Futuro” está à venda também em CD, vinil e K7. Para ouvir, acesse:

Posts Que Talvez Você Goste

0 comments

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Galeria FRS!