Maglore exibe maturidade no novo álbum e se prepara para show no Lollapalooza Brasil 2016

8:47 PM

Maglore, uma das grandes surpresas do rock nacional. Foto: Azevedo Lobo
A banda baiana lança seu novo álbum, "III" ,e  é uma das atrações confirmadas no Lollapalooza Brasil 2016

Texto por: Ingrid Natalie (twitter: @ingridnatalie)

O rock brasileiro, principalmente na cena independente, vive um momento de crescimento bastante significativo. Uma das bandas que participa desse período tão satisfatório é a Maglore. O trio, nascido em Salvador em meados de 2009, é formado por Teago Oliveira (voz e guitarras), Rodrigo Damati (contrabaixo) e Felipe Dieder (bateria). Eles moldaram a sonoridade do grupo ao redor do rock alternativo e MPB. Antes de começarem a carreira como um trio, a banda tinha na formação o baixista Nery Leal e o baterista Igor Andrade.

Até o presente momento, os músicos baianos possuem três álbuns na carreira. O primeiro chama-se "Veroz" configurou-se como uma das boas surpresas da música brasileira em 2011 pelo jornal Globo. Além disso, abriu portas para a entrada dos videoclipes das músicas "A Sete Chaves" e "Demodê" nos mais importantes canais de músicas do Brasil. Não por acaso, o registro recebeu uma indicação ao Prêmio da Música Brasileira de 2012 no ano seguinte.

"Vamos Pra Rua" (2013) trouxe a colaboração dos músicos Carlinhos Brown e Wado. De acordo com o vocalista, Teago Oliveira, Brown teve um papel relevante de estimular a banda a diversificar a melodia vocal das músicas. Ele prontamente aceitou  participar das gravações e conseguiu inserir bastante personalidade.

O mais recente álbum intitulado "III", lançado em 2015, marca o início de uma nova era para banda. Eles se firmaram como trio e tiveram oportunidades de atingir ainda mais conquistas. O single "Mantra" está presente na programação da 89FM - A Rádio Rock, abriram o show da banda Muse em São Paulo e em 2016 a banda será uma das atrações da quinta edição do festival Lollapalooza Brasil. Conversamos com Teago que nos detalhou sobre essa promissora fase da banda e o que podemos aguardar para o próximo ano, confira:

FRS: Inicialmente a banda era formada por um quarteto e com a mudança de formação se transformou em um trio. Como foi o processo de transição para vocês? 

Teago Oliveira: Rodrigo participou do Vamos Pra Rua na música "Debaixo de Chuva". Ele é amigo de longa data e um músico muito admirado. A Maglore sempre teve um grupo de amigos e Rodrigo sempre fez parte desse grupo. Além de baixista, também é compositor, e eu adoro as músicas dele. Quando Nery saiu, foi natural a entrada de Rodrigo; inclusive, Nery reforçou a preferência por ele. Feita a mudança, preferimos não substituir Leo. Achamos um novo caminho pra banda, e não queríamos alguém pra cumprir o papel de guitarrista, simplesmente. Seguimos como trio, e deu certo com essa nova estética. Felizmente, todo mundo ainda é amigo

FRS: A sonoridade da banda permeia o rock e mpb. Como funciona o processo de composição para vocês?

Teago Oliveira: Nosso processo é bem natural. Acho a MPB e o rock dois estilos facilmente conectáveis. Às vezes as minhas músicas vêm de um filme, de uma pintura, de uma poesia ou de um disco. Rodrigo entra com um riff, eu faço um pedaço de uma letra de algo que escrevi e nunca musiquei. Não existe um método estabelecido. A gente prefere assim. 

FRS: Vocês lançaram o álbum "III" esse ano. Pode nos contar sobre tempo de produção e as principais influências do álbum?

Teago Oliveira: III começou a ser desenhado no início de 2014, sem nada concreto. Ao longo do ano, eu e Rodrigo fomos fazendo canções em que, juntas, tinham forma de disco. Em novembro, nos reunimos com Leo Marques, nosso amigo mineiro, pra fazer a pré-produção. O disco foi gravado em janeiro de 2015 e mixado em abril. Eu gosto muito de Jorge Ben, Gilberto Gil, Dr. Dog, Devendra Banhart, Wilco. Os meninos também, e eles podem ter influenciado nosso som, apesar de não ser nada muito parecido. (risos)

FRS: O álbum está disponível gratuitamente no spotify. Como vocês enxergam o papel da internet para a divulgação do trabalho?

Teago Oliveira: A internet tornou o acesso à música muito mais democrático. Isso ajuda artistas iniciantes na formação de público e interação mais direta com os fãs. Gosto desse novo formato da "indústria". 

FRS: A música "Mantra" está sendo veiculada na 89FM. Qual foi a reação da banda ao ouvir a faixa pela primeira vez em uma emissora de rádio? 

Teago Oliveira: A primeira vez que ouvi nossa música numa rádio foi em 2010, na Globo FM de Salvador. Foi curioso, porque não eu não esperava. "Mantra", no entanto, foi gravada em um projeto feito pela Deck em parceria com a 89 FM de São Paulo. A música agradou aos programadores da rádio e desde então estamos na programação.


Confira o videoclipe de "Mantra": 



FRS: Recentemente vocês tocaram com Far From Alaska e Supercombo. Como foi esse show para vocês e qual a importância de fazer amizades dentro da cena rock nacional?

Teago Oliveira: Eu adorei tocar com o Supercombo e Far From Alaska, é uma galera maravilhosa. O clima dos três shows foram ótimos e deve render parceria futuras. É legal se unir a outras bandas, conhecer outras realidades. É saudável para a música. 

FRS: Vocês irão tocar na próxima edição do Lollapalooza Brasil. Como surgiu o convite e o que o público pode esperar do show?

Teago Oliveira: O Lollapalooza foi uma grande surpresa, de verdade. Eu particularmente gosto muito do formato do festival, e vai ser um dia de frio na barriga total.

Quer conhecer mais sobre a banda? Site oficial: http://www.maglore.com.br/


A quinta edição do Lollapalooza Brasil acontece em 12 e 13 de março de 2016, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. O Lolla Day, que dá acesso para apenas um dia do festival, já estão a venda desde o dia 3/11 e o primeiro lote se esgotou rapidamente! Os fãs interessados em adquirir o ingresso podem comprar pela internet (lollapaloozabr.com/ingressos), na bilheteria oficial do Citibank Hall em São Paulo (sem taxa de conveniência) e em pontos de venda autorizados em todo o país. Os ingressos de Lolla Day no 2º lote custam R$ 210 (meia-entrada) e R$420 (inteira) e a compra poderá ser parcelada em até 3X.

Os ingressos de Lolla Pass, que dão acesso a 2 dias de festival, já estão no 3º lote. As entradas custam R$ 400 (meia-entrada) e a compra pode ser parcelada em até 3X.

 O Sempre Livre Lolla Lounge Pass (válido para os 2 dias de festival) custa R$ 900 e o Sempre Livre Lolla Lounge Day (válido para 1 dia de festival) custa R$450. Ele confere o direito a transporte até o autódromo, open bar, snack bar, buffet de jantar, área de relax, banheiros exclusivos e after party de uma hora após o término do evento. Os dois serviços não incluem o valor do ingresso. Mais informações estão disponíveis em www.ticketsforfun.com.br.

Posts Que Talvez Você Goste

0 comments

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Galeria FRS!