Sixty-Nine Crash: 'vejo muita coisa boa pintando por aí sendo feita de maneira bem profissional'

3:37 PM

Aposta hard rock brasileiro, Sixty-Nine Crash! Foto: Divulgação
Por: Ingrid Natalie (twitter: @ingridnatalie)

Ouvir um som novo e que te cativa é o principal objetivo de qualquer apreciador de um bom rock'n'roll. Com o intuito de preservar esse ritual apresentamos a banda Sixty-Nine Crash, que cumpre seu papel com louvor. O trio de hard rock nasceu na cidade maravilhosa, Rio de Janeiro, e conta em sua formação os músicos Jay B Roxx (vocal/guitarra), Davis Ramay (guitarra) e Andy C (baixo). Recentemente eles lançaram o álbum de estreia "Louder" e até o momento vêm adquirindo críticas positivas.

Em uma época aonde o hard rock nacional encontra-se carente de novas bandas, Sixty Nine Crash mostra a relevância  e força desse gênero que é um dos mais elaborados. Ao ouvir "Louder!" é notória a presença marcante das linhas do baixo e das guitarras distorcidas. O disco teve a produção por Celo Oliveira, famoso produtor brasileiro de metal, e contém 10 músicas. As inspirações giram em torno da cena do Hair Metal dos anos 80 (KISS, Mötley Crüe) com uma pitada de hard rock europeu dos anos 2000 e um pouco de pop.

Conheça mais sobre a história do Sixty-Nine Crash através da entrevista com o vocalista Jay B Roxx:

FRS: Como vocês se encontraram e como rolou o início da banda?

Jay B Roxx: Antes de mais nada,super obrigado pelo espaço! Bom, a historia é longa e remete aos tempos que toquei em uma banda que chegou a abrir shows para Ted Poley e Firehouse no RJ. A banda não deu certo mas eu quis levar a ideia a frente, já que o Hard Rock feito de maneira séria e compromissada, no Brasil.era muito carente. Então,depois de várias formações, acho que encontrei um time de primeira.

FRS: Vocês lançaram recentemente o álbum "Louder". Quanto tempo levou para ficar pronto e quais foram as principais inspirações para esse trabalho?

Jay B Roxx: "Demoramos um bom tempo para finalizar o álbum porque tivemos trocas de membros da banda e isso atrapalha bastante o ritmo das coisas, mas acho que ,realmente, há males que vem para o bem, já que o resultado final ficou ainda melhor do que eu esperava. Grande parte disso,devido ao grande produtor Celo Oliveira, do estúdio Kolera, onde gravamos o álbum. Quanto a inspiração para essa gravação, posso te dizer que busquei uma produção que se aproximasse do trabalho feito pela dupla de produtores suecos Johan Ramstron e Patrik Magnusson no álbum Generation Wild do Crashdiet. Acho que conseguimos uma sonoridade bem próxima!"

FRS: Todas as músicas são de própria autoria. Como funciona o processo de composição para Sixty-Nine Crash?

Jay B Roxx: Todas as músicas foram escritas por mim, e todas elas refletem algum estado de espirito, algum momento ou situação da minha vida particular. Eu procuro escrever sobre coisas que tenham algum valor e que as pessoas que ouvirem, possam se identificar ou se relacionar com aquilo. Cada musica tem uma história por trás,um sentimento de raiva,tristeza,dúvida ou alegria.Acho que todos nós passamos por isso todos os dias,de alguma forma,né?rs

FRS: Qual é o diferencial de "Louder"? Por que as pessoas devem ouvir o álbum?

Jay B Roxx: Eu acho que o grande lance do álbum, é justamente a mensagem que a gente busca passar.E aliado a isso,dei muita importância a grandes melodias,guitarras gordas e refrões pegajosos,saca?Algumas pessoas vieram me falar que ficaram com esses refrões grudados na cabeça por dias! hahaha Acho que é bem por aí.

Ouça "Louder" primeiro single


FRS: O hard rock é um gênero com muita riqueza de melodia e letra, porém pouco explorado pelas bandas brasileiras atuais. Na sua visão, o que é necessário para se atingir cada vez mais jovens no hard rock? 

Jay B Roxx: O problema do Hard Rock no Brasil surgiu de um preconceito babaca que vem desde os anos 80 quando se dizia que Bon Jovi, Dokken,Motley Crue e etc,eram bandas "de mulherzinha", "falso metal" e essas baboseiras que só  aconteciam aqui no Brasil e isso acabou afastando muitos músicos do estilo. Mas eu acho que depois de muito tempo de escassez, onde até mesmo as poucas bandas que surgiam eram de pouca qualidade, vejo muita coisa boa pintando por aí sendo feita de maneira bem profissional. Acho que essa injeção de qualidade está ajudando muito o surgimento de uma galera que curte e se interessa pelo som.

FRS: Quais são os planos da banda para o restante de 2015?

Jay B Roxx: Agora a gente acabou de gravar uma versão bem especial de Rebel Yell,do Billy Idol e vamos fazer um webclip para ela. Depois disso, já vamos partir para mais shows.Minha ideia, é levar a banda para a Argentina em breve.O publico lá curte muito nosso estilo. Mas antes disso,vamos ver se rola algo em SP.

FRS: Para finalizar, deixe uma mensagem para os leitores do site 

Jay B Roxx: Galera,muito obrigado pelo carinho e pelo espaço. Espero que vocês curtam nosso som e possam nos prestigiar em nossos shows.Vamos apoiar sempre as boas bandas autorais do Brasil!

Site oficial: www.sixtyninecrash.com

Posts Que Talvez Você Goste

0 comments

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Galeria FRS!