Bradamos por metal com vozes femininas!!! Apresentação da bandaHellarise (SP)

1:52 PM

Com nova guitarrista, a banda Hellarise conta com novos projetos e novos grandes sonhos.


Por Helena Lucas (@Ameninavelha) e Ingrid Natalie (ingridnatalie)

Não podemos negar que qualquer banda que toca algum gênero do rock e formado por meninas ganha uma atenção especial. Essa atenção especial se dá por uma única surpresa: de ser simplesmente "mulheres” porque ainda vivemos numa sociedade patriarcal e alguns arcaicos insistem em tirar sarro das mulherzinhas menosprezando a capacidade intelectual, musical, entre outras.

Ano passado, a banda lançou uma demo com quatro músicas, o que ajudou as meninas se destacarem na "Roadie Crew", na seção "Garage Demo" e também foram cotadas para a participação na final do "Wacjen Metal Battle", realizado em São Paulo.

Recentemente as meninas passaram por uma mudança na formação, que foi a saída da guitarrista Marília Simões. No seu lugar, foi marcada a presença de Aline Fernandes.



Confiram abaixo a entrevista que nós fizemos com todas elas e descubram porque as mulheres não podem ser subestimadas no poder metaleiro:

FRS: Por que a vontade de compor uma banda de metal somente por mulheres, visto que você já tinha uma?

Renata:Bom, a razão de formar uma banda de mulheres é mais por ser diferente mesmo, ter menos bandas inteiramente femininas do que com uma integrante só, ou banda somente masculinas. Acredito também que por mais pesado que seja o som, também é possível diferenciar, e querendo ou não mostrar que mulher também pode fazer um som tão bem feito quanto os homens, porque não? E estamos nos esforçando para isso rs. O fato de ter feito outra banda composta somente por mulheres, é pura teimosia mesmo (risos).

FRS: Se for possível, quais são as influência musicais das outras meninas, desde banda até os estilos de tocar o instrumento de cada integrante.

Renata (guitarrista): Os estilos musicais que mais me influenciam é o Thrash/heavy do Megadeth, Metallica e Nevermore, além de Alice in Chains, Paradise Lost, Immortal e Hipocrisy. Para tocar, meus guitarristas preferidos são Dave Mustaine e Jerry Cantrell.
Flávia (vocalista): Varia de Roxette a Slayer. Muita coisa e estilos diferentes.
Mirella (baterista): No quesito bandas, é muita coisa diferente pra citar. Quanto a bateristas acho que os principais seriam Lars Ulrich, Mike Portnoy, Mike Mangini e Daniel Erlandsson.
Patrícia (baixista): Pensando no meu estilo de tocar, eu diria rock clássico como Jimi Hendrix Experience e Grand Funk Railroad e algumas bandas de prog como Rush e Gentle Giant.
Aline (guitarrista): Sempre curti e toquei rock/metal no geral.
Bandas são muitas e de diversos estilos. Black Sabbath, Ozzy, Metallica, Children Of Bodom, Sepultura, Megadeth, Hammerfall, Helloween, Dream Theater, Sonata Arctica, Mr. Big...
Guitarristas tenho dois preferidos, Richie Kotzen e o mestre Steve Vai!

FRS: Há algum diferencial por parte do público ao ver banda formada só por mulheres? Há algum assédio, machismo que vocês sofreram?

Renata: No geral, a curiosidade pela dúvida se é bom ou não o som é o que atrai o público, que depois comprova ou não o que espera rs.
Flávia: Sim, ainda existem os caras que acham que mulher não toca nada ou não serve pra metal mais pesado.
Mirella: Claro, sempre tem alguém pra discriminar, em qualquer coisa que você vá fazer. Mas a aceitação parece crescer a cada dia.
Patrícia: Sim, ainda hoje bandas femininas acabam sendo associadas mais a sua imagem do que a sua música, o que muitas vezes é injusto. Em geral, a expectativa que costuma se ter de uma banda feminina é rostinhos bonitos e músicas ruins.
Aline: Bom, tem gente q curte, tem gente q ñ. Assédio... nenhum... mas machismo sim, sempre tem aquele cara q diz, "banda de mulher ñ vai pra frente

FRS: Quais são os lugares internacionais que a banda daria de tudo para apresentar?

Renata: Com certeza o Wacken Open Air, uma tour sul americana seria massa também. O povo da América Latina é tudo muito louco! E uns picos nos EUA também devem ser legais.
Flávia:Wacken, claro, e todos os outros festivais de metal pela Europa, mas principalmente Alemanha, Suécia e Holanda.
Mirella: Europa, no geral. Tanto os festivais de verão quanto shows em casa menores. O público no Japão também é bem legal, acho que seria interessante tocar por lá.
Patrícia: Wacken e outros festivais da Europa.
Aline: Japão.

Hellarise é:

Renata Petrelli - guitarras
Flávia Morniétari - Vocais
Mirella Max - bateria
Patrícia  Schlithler - baixo e vocais
Aline Fernandes – Guitarras

Contatos


Posts Que Talvez Você Goste

2 comments

  1. Essas meninas vão longe!

    ReplyDelete
  2. [...] http://femalerocksquad.wordpress.com/2011/08/20/bradamos-por-metal-com-vozes-femininas-apresentacao-... [...]

    ReplyDelete

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Galeria FRS!