Brasil Summer Break Festival obtêm saldo positivo em sua primeira edição

2:54 PM

Texto: Ingrid Natalie (@ingridnatalie)

No último sábado, 07/12, aproximadamente 35 mil pessoas compareceram ao Campo de Marte, em São Paulo, para dar as boas-vindas ao verão prestigiando o Brasil Summer Break Festival. Essa foi a primeira edição do festival que teve produção da Time For Fun. Os artistas escalados foram D'Naipes, Nem Liminha Ouviu, SOJA, O Rappa, Incubus e Dave Matthews Band.

Chegamos a tempo para o show do SOJA. O grupo liderado por Jacob Hemphill subiu ao palco às 15:30 apresentando uma mistura harmoniosa entre reggae e rock. A música "She Still Loves Me" abriu o setlist que continuou contemplando o mais recente disco do grupo, o "Strength To Survive" (2012) com as faixas "Not Done Yet" e "When We Were Younger" . Um dos destaques segue para Bobby Lee, baixista, com seus longos dreadlocks loiros esbanjou muita simpatia. 

Outro ponto alto do show foi a homenagem que a banda fez aos fãs brasileiros ao trazer vários instrumentos de percussão fazendo alusão a uma escola de samba. Os hits "Rest Of My Life" e "Here I Am" também marcaram presença. Também houve uma homenagem ao jovem  Thomas Augusto Nogueira Fais, vítima fatal de um assalto no interior de São Paulo. Membros da banda vestiram camisetas com o rosto do rapaz.

"Vocês são incríveis, queremos voltar o mais rápido possível", disse Jacob Hemphil. Foto: Ingrid Natalie


Logo em seguida, às 17:15, O Rappa aparece com a missão de mandar energia positiva ao público que acompanhava a quarta banda do Summer Break Festival. O início se caracterizou por problemas no som. A música "Lado B Lado A" precisou ser reiniciada por duas vezes, logo o contratempo foi solucionado pela produção e assim na terceira a vez a banda carioca pode dar sequência ao setlist. O grupo começou a turnê do trabalho "Nunca Tem Fim" lançado no segundo semestre de 2013 e por isso incluíram as canções "Auto Reverse", "Boa Noite Xangô" e "Anjos (Pra Quem Tem Fé)".

O público delirou com a parceira do O Rappa com o vocalista Jacob Hemphill, que dividiu o palco para executar a música "Everything Changes" do SOJA. As memórias dos músicos Chorão e Champignon da banda Charlie Brown Jr também foram lembradas na canção "Zóio de Lula". Falcão disse,"Eu nunca vou esquecer desses dois filhos da puta, esses vagabundos". Depois continuou com "Me Deixa" fazendo os fãs pularem, "Reza Vela" e finalizou com "O Salto" que serviu de homenagem a Nelson Mandela, ex-presidente da África do Sul, que nos deixou semana passada.  

Momento em que Jacob Hemphill divide palco com O Rappa para música "Everthing Changes". Foto: Ingrid Natalie
Após O Rappa era a vez dos headliners mostrarem todo seu potencial. O sol que até aquele momento corava o público presente, deu trégua para uma leve garoa, mas não diminuiu a temperatura da animação de quem veio para assistir o Incubus que seria a próxima banda. O show atrasou 30 minutos devido a problemas na parte elétrica no palco, mas assim como no show anterior rapidamente foi resolvido. 

Às 19:30, Incubus subiu ao palco começando o show com "Quicksand" e a pesadíssima "Kiss To Send Us Off", ambas do álbum "Light Grenades" (2006). Grande parte dos fãs estavam extremamente ansiosos, pois esta era apenas a terceira vinda do grupo californiano em mais de duas décadas de carreira. A última passagem foi em 2010 no extinto SWU Music And Arts Festival.

Claro que Brandon Boyd (vocal), Mike Einziger (guitarra), Ben Kenney (baixo), Chris Kilmore (DJ) e Jose Pasillas (bateria) adicionaram vários sucessos como "Megalomaniac", "Nice to Know You" e "Anna Molly" para satisfação geral. 

Brandon Boyd durante show no Summer Break Festival. Foto: Ingrid Natalie
Em "Drive", do excelente álbum "Make Yourself" (1999), proporcionou uma das cenas mais marcantes do show, ao ouvir 35 mil vozes cantando junto o refrão "whatever tomorrow brings I'll be there, with open arms and open eyes". Também houve um flash mob na música "Wish You Were Here" com alguns fãs sortudos na frente do palco segurando plaquinhas com um rosto sorrindo, associando com a frase "And In This Moment I am Happy". A música "Made For TV Movie" foi completada com "Hello" cover do Lionel Richie.

Brandon Boyd e Mike Einziger no show. Foto: Ingrid Natalie
Eles incluíram músicas do último disco "If Not Now, When?" (2011) que funcionaram muito bem ao vivo. As escolhidas foram "Adolescents" e a épica "In The Company Of Wolves". Uma das surpresas foi a execução da música "Vitamim" do álbum "S.C.I.E.N.C.E" (1997). As músicas "Sick Sad Little World" e "Pardon Me" fecharam o show que certamente agradou a todos. A única ressalva foi a falta do encore devido ao tempo reduzido reservado para a banda. Esperamos que o quinteto de Calabasas, Califórnia possa voltar em breve em um show solo e não em festivais.

Dave Matthews Band entrou no palco às 21:40. O líder e vocalista da banda mostrou muito carisma, sorrindo a todo momento, fazendo danças espontâneas e brincando com o público. Em um momento ele brincou, "Se vocês não estão entendendo quando eu falo, não se preocupem. Quem fala inglês também não entende". O setlist conteve músicas de todas as fases da banda, mas principalmente os primeiros trabalhos. Dentre elas foram, "What Would You Say", "Ants Marching", "Warehouse", "Rapunzel" e "#41". Cada música é seguida por longas jams. O encore foi preenchido pelas músicas "Grey Street", "Jimi Thing" e "Two Step".

Dave Matthews Band fechou a primeira edição do Brasil Summer Break Festival em grande estilo. Foto: Ingrid Natalie

Posts Que Talvez Você Goste

0 comments

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Galeria FRS!