Vamos celebrar a música!

7:45 PM

Por: Ingrid Natalie (@ingridnatalie)

O que fazer um dia ensolarado e sem nada planejado? Não sei quanto vocês , mas nossa equipe deslocou-se ao Parque Celso Daniel em Santo André para curtir em volta de um lindo verde, boa música com a banda Viralata Rex e Teco Martins, vocalista da banda Rancore.

As apresentações começaram aproximadamente as 15:30 com os músicos do Viralata Rex fazendo versões desplugadas de "Blue Funkye", "Eita", e "Flip Slap" contidas no primeiro EP da banda. Eles também apresentaram ao público, que foi extremamente receptivo, músicas novas como "Já Imaginou", "Leite de Pedra" e pro final não poderia faltar a homenagem aos Raimundos, uma das maiores influencias do grupo, com a música "Aquela".




Em uma performance desplugada. 
Créditos: Audrey Pujol


A banda era só sorrisos e  eles estavam muito felizes em poder divulgar os trabalhos. Eles atualmente estão em estúdio gravando as novas músicas e torcemos para que chegue logo o novo disco, por enquanto ainda sem título. Eles também planejam um vídeo clipe para este segundo semestre.

Depois desta abertura foi a vez de Teco Martins munido de seu violão para apresentar seu projeto solo que fez o público cantar como um verdadeiro coral, destaque para a música "Cigana" que agitou os expectadores que bateram palmas incansavelmente. Também fizeram parte do setlist: "O dono de tudo", "Bula","Não quero dinheiro, só quero amar" (cover do Tim Maia escolhido pelo público),  "Um girassol na cor dos seus cabelos" (cover de Clube da Esquina) e fechando com "Respeito é a lei" (cover do Rancore).




Um som sincero e puro. 
Créditos: Audrey Pujol


No final batemos um papo om Teco que nos contou sobre a gravação do novo álbum do Rancore, intitulado "Seiva": " Nós ficamos 1 ano e meio compondo, depois 2 meses no Rio Janeiro gravando e o final foi em São Paulo terminando as vozes, guitarra e percussão". Sobre as influencias para este disco o vocalista conta "A gente ouviu muita coisa dos anos 90 Nirvana, Fugazi, PJ Harvey e também algumas coisas contemporaneas como The Drive In e do Brasil ouvimos bastante Jorge Ben e Clube da Esquina". 

Em relação as diferenças do Rancore para seu projeto solo Teco explica: " é mais organico, eu curto tocar em parques e locais com bastante natureza. E legal reunir a galera. Nesse projeto solo vem bastante pai, mãe, criança e uma juventude que se encontra, isso que mais importa".

Para Teco a resposta da audiência entre os shows do Rancore para seu trabalho solo e claramente diferente, " O Rancore tem a insanidade que eu preciso para a minha vida e isso aqui é uma parte mais calma".

Ao assinar contrato com a gravadora "DeckDisc" em 2010 o crescimento do  foi uma consequência natural: "Foi um processo natural, a banda foi crescendo aos poucos desde 2005 quando lançamos o primeiro disco, então a banda foi criando um público e agora que lançamos Seiva com uma gravadora deu uma aumentada mesmo e aparecemos mais na mídia. Mas já estamos a quase 10 anos nessa estrada."

Posts Que Talvez Você Goste

0 comments

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Galeria FRS!