Rock Ladies – Mulheres que agitaram a música (Parte VI)

4:41 PM

Por:  Fernanda Cristina


Saudações á todos os nossos mocinhos e mocinhas do roque! Nesta noite de segunda feira sei que é começo de semana e as coisas tendem a piorar nada melhor do que a continuação da nossa listinha mais feminina, delicada, cute-cute e Rock'n'Roll da internet!


Preparem suas bandeirinhas do brasil e seus corações patrióticos, pq hoje a sexta parte de "Rock Ladies" é totalmente dedicada ás brazucas da música! Que venham nossas "brasileirinhas"...piadas infames sempre


PARA EVITAR MAIORES TRANSTORNOS E DORES-DE-CABEÇA (Tanto a vcs como para nós) É RECOMENDÁVEL QUE SE LEIA A DROGA DOS AVISOS ANTES (Assim vc não precisa gastar seu precioso tempo escrevendo bobagem nos comentários sem ter lido nada antes! as Gravurinhas são bonitinhas, mas não dizem tudo, ok???)


AVISO 1: “Mas o queeeeeee??? Como assim ela tá na lista???? O que essa aí fez???? Vcs não sabem nada de Rock e bla bla bla…”, bom, se vc não for com a cara de uma das citadas, não xinguem as autoras, xinguem os fãs, ou melhor não xinguem ninguém! Respeito e Educação são coisas que vem do berço!


AVISO 2: “Mas a fulana ficou de fora…” – Sim, claro que muitas vão ficar de fora! Infelizmente a vida é assim, não dá para juntar TODAS as Rockers do passado/presente/futuro numa lista só! As que aparecem são as que mais se destacaram, creio eu! (Ou eu ficaria o resto da vida catalogando nomes e mais nomes, masss…Minha preguiça e minha tendinite não deixam!)


Agora sim!  Que venham nossas conterraneas...


............................................



Baby Consuelo


Seu perfil exótico é um charme a parte e que foi o diferencial que a tornou única no cenário nacional! Iniciou sua carreira de cantora na banda “Novos Baianos” e, diga-se de passagem, sua participação na banda foi muito bem sucedida já que quando ainda fazia parte do grupo gravou o álbum “Acabou Chorare”, disco “mais brasileiro de todos os tempos” segundo a Rolling Stone! Baby deixou a banda em 1979 e partiu pra sua carreira solo, que também foi bem sucedida – Seu álbum de estréia “O que vier eu traço” atingiu em cheio as paradas musicais da época! Teve uma penca 6 filhos: Riroca (o que uma letra não faz...mas depois a “criança” mudaria o nome para Sara Sheeva), Zabelê, Nanashara, Pedro Baby, Krishna Baby e  Kriptus Baby se os últimos continuam com estes nomes eu não sei! Atualmente Baby se dedica á religião, virou evangélica e prepara um documentário: “Apopcalipse segundo Baby”


Ouça: “Barrados na Disneylandia”, “Menino do Rio”, “Sem pecado e Sem Juízo”, “Telúrica”, “Juventude”



Bianca Jhordão


Engana-se quem pensa que Bianca tá na música há pouco tempo! Na década de 1990 ela integrou a banda Polux, banda importante do cenário independente carioca na época! Além de cantar e tocar guitarra, Bianca também toca maracas, teclados, bateria, baixo, violão e teremim! Á frente da banda Leela, ganhou o premio “banda revelação” em 2005, no VMB! Quando não está trabalhando com música, está apresentando o programa “Combo Fala + Joga” na Play TV!


Ouça: “Te Procuro”, “Odeio gostar”, “Qualquer um”, “Romance fugitivo”, “Mundo Visionário”



Cassia Eller


Outra talentosa mulher que fez diferença no Rock Nacional na década de 1990! Seu interesse pela música começou aos 14 anos, quando ganhou um violão de presente! Como todo bom roqueiro-que-ainda-tá-aprendendo-os-primeiros-acordes que se preze, Cassia tocava músicas dos Beatles! De fato, sua carreira só deslanchou em 1989, quando gravou uma fita demo com a música “Por Enquanto”, de Renato Russo! Ao longo de sua carreira, Cássia só compôs 3 das canções que cantou (“Lullaby”, “Eles” e “O Marginal”), assumindo assim, a postura de interprete – e que o fazia muito bem!


Infelizmente faleceu em 2001 em razão de um enfarto!


Ouça: “Por Enquanto”, “O Segundo sol”, “Relicário”, “Meu mundo ficaria completo (Com Você)”, “All Star”, “Palavras ao vento”



Fernanda Takai
“... O oposto da exuberância e vulgaridade das estrelas pop rock, Fernanda é discreta e original, cool e elegante, tem um look oriental e canta letras inteligentes e irônicas com doçura e firmeza, uma garota moderna, tímida e talentosa" (Nelson Motta, no encarte do CD “Onde Brilhem os olhos Seus”)


Fernanda iniciou sua carreira musical em Belo Horizonte e desde pequena ouvia Rock Inglês e Pop rock! Entrou em 1991 para a banda “Sustados por 1 Gesto”, que posteriormente se tranformaria no Pato Fu! Além de ser dona de uma voz doce e suave, Fernanda ainda escreve num blog e colabora com crônicas os jornais “Correio Braziliense” e “O Estado de Minas” (multimídia que só vendo...)


Ouça: “Eu”, “Anormal”, “Made in Japan”, “Por perto”



Flammea


Conterrâneas da Volkana (falaremos delas neste mesmo post), antes a banda se chamava Postmorten! Com a chegada de Rosane Galvão (baixo) a banda mudou para o nome que conhecemos! A primeira formação contava com Daisy Bentim (guitarra), Shirley Jovie (vocal), Adriana Tavares (guitarra), Rosane Galvão (baixo) e Ana Lima (bateria)! Gravaram uma demo com duas faixas chamada “Dark Brain” e aí começou o troca-troca de integrantes: Adriana se juntou com suas duas irmãs na banda de Death Metal “Valhalla” e gravou um LP com elas. Em 1993, a banda gravou outra demo, agora de 7 faixas, chamada "First Scream", mas nesta apenas a baterista sobrou da formação original! Com ela estava Sueli Mazuco (baixo), Vania Parma (vocal), Roberta Jacoto (guitarra), Neila Abraho (guitarra) e Lu Terra nas flautas (que eram discretas)! Em 1994 gravaram outra demo e em seguida o grupo se separou, depois de muitos anos tentando conseguir contrato para gravar um álbum! Em 2002, o “álbum” finalmente veio...quer dizer, um “pirateiro” muito esperto passou a mão na demo de 7 faixas de 1993 e botou junto com a primeira demo de 2 faixas da Volkana! Pelo menos veio.....


Ouça: “In Front of the Mirror”, “Fear”, “Heartbreaker” (cover da Pat Benatar)



Flávia Couri


Flávia aos sete anos já mandava um som com um xilofone de brinquedo, aos 11 encontrou um violão jogado do armário de sua mãe e a partir daquelas revistinhas de cifras vagabundas que se vende em bancas de jornal aprendeu a tocar o instrumento! Nesse meio tempo ela já se encontrava perdidamente apaixonada pelo Rock e não se conformava com o que tinha! Então com a grana do lanche e com uns trocados que ganhou  de aniversário, comprou o seu primeiro baixo (a mãe contribuiu depois com um amplificador)! Em 2008 entrou para o “Autoramas” e permanece até hoje! Paralelamente á banda, ela faz parte do trio “Doidivinas”!


Ouça: “Envenenada”, “Paredes Frias”, “Novelinha Devassa” (essas 3 com as “Doidivinas”)



Luisa Lovefoxxx


Se os gringos lá fora tem Karen O, nós temos Luísa LoveFoxxx bom, eu não sei porque, mas sempre achei que uma lembrava a outra e vice-e-versa como “musa-indie-nacional” e vocalista da “Cansei de Ser Sexy”, uma das bandas brasileiras de maior repercussão internacional! Antes de entrar para a banda, trabalhou na revista Capricho e foi ilustradora do site Chic, da Gloria Khalil! Em 2003 entrou para a “CSS” e dali para o sucesso foi um pulo! E o Brasil se tornou pequeno para essa descendente de japoneses e alemães, já que algumas canções da banda foram usadas em seriados (“Simple Life” – aquele da Paris Hilton), videogames (The Sims 2 – vida noturna, Forza Motosport, FIFA 09, FIFA 08, “Midnight Club Los Angeles”) e comerciais (“IPod Touch”)!  Em 2007 foi escolhida pela revista “New Musical Express” como uma das 3 personalidades mais “cool” do mundo, em 2008 foi capa da revista jovem inglesa “Dazed and Confused” e da “Vogue”!


Ouça: “Superafim”, “Alala”, “Acho um pouco bom”, “Rat is Dead (Rage)”, “Music is my hot hot sex”, “Off the Hook”




Meg Stock


Uma mistura de Courtney Love com Cassia Eller, segundos os jornalistas, masssss...Meg se diz influenciada por Scott Weiland! Ainda na infância, a pequena Meg costumava fazer performances de Madonna e Miss Piggy vai me dizer se ela não é diva? antes de todos acordarem, mas até atender ao chamado do Rock’n’Roll, sua vida tomou outros rumos anteriormente! De professora de balé, até vendedora de bombons e cestas de café da manhã, Meg tb já foi adepta do Hare Krishna, chegando a usar roupas monásticas e vender livros no centro de SP! Nesse mesmo período, seu amigo e violonista Fabiano Whyte a chama para substituir sua irmã e cantar MPB em alguns bares (para cumprir com algumas datas agendadas) e foi ai que Marjori Vieira Guarnieri Stock decidiu fazer da música o seu mais novo ganha-pão! Primeiramente como “Boneca Inflavel”, a banda conseguiu uma notoriedade maior após abrir um show da Pitty! Logo mudariam o nome para “Luxuria” e figurariam entre os maiores festivais do país! Atualmente a banda chama-se “Megh Stock” poderosa ela...


Ouça: “Ódio”, “Imperecível”, “Sofá emprestado”, “Lama”



Pitty


Uma representante expressiva da nova geração do Rock brasileiro! Pitty passou a infância rodeada de boa música, já que seu pai, dono de músico e bar, tocava músicas do Raul Seixas e de outras bandas de rock da década de 1960 e 1970! Em 2003 lançou “Admirável Chip Novo” o álbum que a tranformaria de “mais-uma-cantora-de-rock” para “maior-revelação-do-rock-nacional” na época! De lá para cá, Pitty já ganhou vários discos de ouro, prata, bronze, bauxita, latão e outros que eu esqueci, mas foram muitos... prêmios, foi queridinha de muitos VMB’s, eleita a favorita da audiência, amada, idolatrada, salve, salve pela galera e etc.


Ouça: “I Wanna be”, “Admiravel Chip Novo”, “Anacronico”, “Deja Vu”, “Brinquedo Torto”, “Quem vai queimar”, “Fracasso”



Rita Lee


“Rainha do Rock Brasileiro” – Precisa dizer mais??? O título nobre diz tudo sobre Rita Lee Jones Carvalho! Quando criança teve aulas de piano clássico, quando adolescente, já se apresentava em colégios com sua banda na época “Túlio’s Trio”! Depois de ter feito parte de outras “bandas-de-colegio”, Rita, Arnaldo Baptista e Sérgio Dias finalmente formam “Os Mutantes” – Uma das bandas nacionais mais influentes! Em 1972, Rita abandona o grupo e segue carreira solo! Sua consagração na música só viria em 1975, quando lançou o disco “Fruto Proibido” e o resto é historia! Rita Lee se tornou uma hit-maker de mão cheia e continua firme na música até hoje!


Ouça: “Saúde”, “Chega mais”, “Ovelha Negra”, “Banheira de espuma”, “Doce Vampiro”, “Mania de você”, “Dançar para não dançar”, “Esse tal de Roque Enrow”, “Agora só falta você”, “Baila Comigo”, “Nem luxo nem lixo”, “Barata Tonta”, “Panis et Circenses” (com os mutantes), “Pega Rapaz”, “Luz Del Fuego” (sim, gosto dela!)



Syang


Tá certo que o Brasil e até mesmo euzinha, confesso só foi tomar conhecimento da garota quando ela participou da “Casa dos Artistas” em 2002 e depois que saiu de lá publicou um livro erótico, posou pra Playboy, pra Sexy e ainda publicou um conto picante nessa ultima revista! Agora indo à parte que interessa, Simone Dreyer Péres, nasceu em Brasília conterrânea e aos oito anos aprendeu a tocar piano! 3 anos depois ganhou seu primeiro violão e decidiu que queria ser guitarrista e aos 13 montou sua primeira banda, a “Autopsia” formada só por garotas! Syang passou pelas bandas “Detrito Federal”, “P.U.S” e “Defalla” e só depois foi seguir carreira solo! Por agora ela se dedica á família!


Ouça: “Olha pra mim”, “Sem vergonha” (carreira solo) “Dream”, “Anguish to Live”, “Dirty Reality” (no P.U.S onde toca guitarra)



Vivi Peçaibes


Nascida em Cascavel, Paraná, essa gaucha hoje, que faz parte da banda “Bidê ou Balde”, canta e encanta o publico com seu carisma, jeito sensual, elegante, meigo e delicado tudo junto e misturado segundo os fãs! Bom, infelizmente não temos taaaantas informações assim sobre a moça, quem for fã e estiver lendo este artigo, fale agora ou cale-se para sempre!


Ouça: “Mesmo que mude”, “Melissa”, “E porque não?”, “Me deixa desafinar”



Volkana


E pra quem achava que banda de Heavy Metal feminino só existia em terras distantes, temos um exemplo genuinamente brazuca – diga-se de passagem, pioneiras do Metal feminino por aqui! A banda teve inicio em Brasília vejam só... e era formada por Mila Menezes (baixo), Karla Carneiro (guitarra), Ana (bateria) e Eliane (vocal)! Ana e Eliane não ficaram por muito tempo e foram substituídas por Mariele Loyola (vocal) e Débora (bateria)! Então, de banda feita e malas prontas, as garotas rumaram para São Paulo, onde gravaram uma demo de duas faixas chamada “Thrash Flowers”, que fez com que o grupo ficasse conhecido e então puderam gravar o primeiro álbum, o “First”, lançado em 1990 (Aliás, Débora saiu da banda nesse meio tempo e então chamaram Sérgio Facci para substituí-la!)! No segundo disco, “Mindtrips” de 1994, Volkana investe num Thrash mais extremo – E a vocalista Mariele deixa a banda, sendo substituída por Claudia Franca! Selma Moreira, uma segunda guitarrista, também se juntou ao grupo! Alguns anos depois, a banda acabou! Dizem as línguas que até um tempo atrás as integrantes estavam ensaiando uma possível volta, mas ficou por isso mesmo!


Ouça: “To Die is Not to Die”, “Scratch Noise”, “Pet Sematary” (um ótimo cover dos Ramones), “That’s My Victory”, “Mindtrips”, “Same Old”, “Keep On Trying”


.................................................


E por hoje é só, caros 38 leitores esperamos que sejam mais Maaasss...só termina quando acaba, darlings, o que não é o caso! Não percam a sétima parte da nossa “Female List”, iremos para o lado negro-couro-e-tachinhas da força! Sim, as nossas musas do "Heavy Metal" não poderiam ficar de fora jamais!!! Até daqui uns dias neste mesmo blog, nesta mesma internet e neste mesmo PC!


E pra vc que tá mais perdido que Emo em Roda Punk bom, se fosse no sentido literal vc estaria ferrado! Aqui vão a primeira, a segunda, a terceira, a quarta e a quinta partes:


Parte 1, Parte 2, Parte 3, Parte 4, Parte 5


..............................................................


Eis que o mestre dos magos Rock’n’Roll deixa a seguinte mensagem:


Comentem com sabedoria em vossas mentes e paz em vossos corações


Ou seja:


- Criticas CONSTRUTIVAS? Serão sempre bem vindas!


- Comentários mal educados/ofensivos serão DELETADOS! (Então, não queira perder seu tempo escrevendo alguma merda, pq será apagado!)


- Há uma diferença GIGANTESCA entre “Liberdade de Expressão” e “Falta de Educação”! Se vc não sabe qual é, então antes de escrever bobagem, vá pesquisar! Fikdik!

Posts Que Talvez Você Goste

7 comments

  1. Ola Fernanda , foi bem de viagem ? Espero que sim !
    Essa parte vai dar mais pano para manga *rs* e por isso vou escrever mais...........

    Aqui um pouco de história.........a primeira brasileira a gravar um rock foi Nora Nei......mas foi uma cover do Bill Halley e depois disso ela não fez mais nada para o rock....

    Antes da rainha Rita Lee , tivemos uma mulher pioneira do rock brasileiro , que foi Celly Campelo ( tudo bem que era rock da época de nossos pais , jovem guarda , etc ) mas ela foi ela quem deu um pontapé......veja as musicas "Banho de Lua" , "Estupido Cupido" , "Broto Certinho" , "Lacinhos Cor de Rosa"........vale pela época e história !

    Das que vc citou acima , não conheço muito o trabalho da Flammea + Autoramas e do Bide ou Balde + Volkana , conheço pouca coisa.

    Da Bianca Jordhão , Meg e Syang , concordo com suas musicas e não tenho nada a acrescentar.

    Para as demais tenho alguma coisa ainda........

    Baby Consuelo : "Todo dia era dia de indio" , "Acabou Chorare" , "Tudo Azul"

    Cassia Eller : "Malandragem" , "O Mapa Do Meu Nada" , "Um Branco" , "Um Xis , Um Zero".....e as musicas do CD dela Veneno Vivo...........veja também o video dela cantando com o Edson Cordeiro : ( I Can't Get No ) Satisfaction

    Fernanda Takai : "Eu Sei" , "Depois" , "Sobre o Tempo" , "Qualquer Bobagem" , "Antes Que Seja Tarde" , "Canção Para Viver Mais" , "Perdendo Dentes"

    Luisa Lovefoxxx e o seu CSS...........grande surpresa para mim.....o primeiro CD deles vale a pena.....e incluo : "Let's Make Love and Listen to Death From Above" , "Move"

    Pitty...........oito ou oitenta ( ame ou odeie *rs* , pelo que vejo com o pessoal )......eu gosto , faltava uma mulher mais roqueira na geração atual......aqui , falo mais algumas musicas : "Mascara" , "Equalize" , "Memórias" , "Me Adora" , "Pulsos" , "Na Sua Estante" , "Semana Que Vem" , "Medo" , "Teto De Vidro"

    Deixei a RAINHA por ultimo.............e aí não tem o que falar nada , mas só incluir : "Lança Perfume" , "Mamãe Natureza" , "Ti Ti Ti" , "Jardins da Babilonia" , "Chega Mais" , "Flagra" , "Obrigado Não" , "Erva Venenosa" , "Mutante" , "Cor de Rosa Choque" , "Baila Comigo" , "Amor e Sexo" , "Tudo Vira Pista" , "Arrombou a Festa" , "Alô! Alô! Marciano" , "Desculpa o Auê" , "Perto do Fogo" , "Shangrilá" , "Miss Brasil 2000" , "Virus do Amor" , "Corre-Corre".............É SÓ REVERENCIAR *rs*

    Vamos lá , agora para vc TRABALHAR um pouco mais *rs*.............partindo das vertentes do rock ( seja pop rock , new wave , etc etc.....ou puramente rock ) , vou citar abaixo alguns nomes de "rock ladies" ( seja carreira solo , seja vocalista de banda , seja apenas por participar de banda ) para vc dar continuidade as suas partes ( caso concorde em continuar ).
    Pode ser que alguma vc não conheça , como tb pode conhecer e goste e tenha esquecido ou conhece e não gosta.....

    Fernanda Abreu ( na época da banda Blitz )
    Vanessa Kronfold ( banda Ludov )
    Angela Rô Rô
    Paula Toller ( banda Kid Abelha )
    As Mecernárias
    Sempre Livre
    Alice Pink Pank e Taciana Barros ( Gang 90 & As Absurdetes )
    Virgine ( banda Metrô )
    Marina Lima
    Erica Martins ( banda Penélope )

    UUUUUFFFFA , vou respirar um pouco pois tenho um trabalho maior ainda..........te passar as rock ladies internacionais não citadas..........e aí é grande !

    Até mais.....

    ReplyDelete
  2. nanasparks8/1/12 21:05

    Oi Renato!! A viagem foi tranquila, graças a Deus...XD

    Nooosssaaa...HAHAHAHAHAHAHA...caramba! Você se dedicou mesmo, hein?? Tô vendo que tenho música pra ouvir pelo resto do ano.....=DD

    Enfim, pulando para a parte que nos interessa, vou comentar das mulheres que vc citou:

    Muito boa a sua lista de mulheres! Só não conhecia a Erica Martins (tarefa de casa pra fazer haha), mas a Fernanda Abreu eu já conhecia (gosto de Blitz) Vanessa Kronfold tb, Angela Ro Rô...Paula Toller é quase uma DIVA pra mim!! Sempre Livre eu só conheço algumas músicas ("Fui Eu" é a que eu mais gosto) Gang 90 eu tb curto, assim como Metrô! Marina Lima eu só conheço umas 2 músicas dela, eu acho...

    Nora Nei tb já ouvi falar e só conheço “Banho de Lua” , “Estupido Cupido” da Celly Campelo (que vergonha...;__;)

    Algumas eu não coloquei na lista pq temia não encontrar informação o suficiente, outras eu não coloquei pq, por incrivel que pareça, sempre as vi mais pro lado do Pop do que pro Rock em si, como é o caso da Paula Toller...^^"

    Volkana e Flammea infelizmente a gente não encontra muito material, até pq as duas bandas não duraram muito tempo! Mas eu conheço a Rosane Galvão (de vista)! Ela tem um projeto muito foda chamado "She shakes the earth" que é um evento feito pras garotas headbangers de Brasilia interpretarem clássicos do Metal em um show que elas organizam! Eu fui no de 2010 e foi excelente! XD

    Agora quero ver a sua lista de ladies internacional!

    ReplyDelete
  3. Legal Fernanda , benvinda e boa semana !

    Legal que vc conhecia e concordo com vc , algumas delas tem um lado mais pop ou new wave , mas considerei como um pop rock pois algumas delas como a diva Paula Toller , foram importante para o rock brasileiro nos anos 80. Por isso achei que merecia destaque na lista de rock ladies , mesmo não tem a pegada rock'n'roll especificamente falando *rs*

    Para fechar esta parte vou te enviar nomes de algumas musicas destas mulheres e servirá como complemento.....

    Quanto a lista das internacionais , tem bastante coisa , se prepara hein...........vou tentar te mandar esta semana ainda ( antes do findi pois neste sou eu quem viajo e no próximo tb ).

    Vc é uma garota headbanger ??????

    Até a próxima lista.............pois fiz comentários em todas as suas partes e acho que fechei por enquanto este circuito

    ReplyDelete
  4. nanasparks9/1/12 17:24

    Respondendo á sua pergunta: Acredita que eu não me considero headbanger? Quando eu atendi ao chamado dos deuses do Rock (HAHA) eu tinha 13 anos. Durante os meus 13/14...até os meus 15 anos eu era gamada em Classic Rock! The Doors, Jimi Hendrix, The Who, Janis Joplin, Jethro Tull, Cream...eu ouvia essa galera toda! Até então o Metal era algo 'desconhecido' pra mim! Entre os 15 e os 16 eu passei a ouvir Punk, dos 17 pra cima eu passei a me interessar por Hard Rock (talvez o meu gênero favorito no Rock), e do Hard pro Metal foi praticamente um pulo! =PP

    Eu não sei TUDO sobre o Heavy Metal, não sou aquela pessoa que sabe até a marca da palheta que guitarrista fulano usa pra fazer fritação nos solos...Enfim, eu não sou um 'Eddie Trunk' de saias! Mas é um estilo que eu simpatizo muito! Ouço com alguma frequência, mas fica só nisso! Infelizmente o Metal é um dos gêneros (se não for O gênero) da música que mais tem fã escroto e imbecil por metro quadrado e a maioria dos "metalêrus" se acha! Então, eu apenas prefiro ficar no "eu-gosto-muito", pra não correr o risco de ser tachada de 'poser' pela Tr00zada que tem aos montes por ai...^^"

    ReplyDelete
  5. Super legal e que vc continue sendo abençoada pelos deuses do rock.
    Admiro vc com 13 anos na época admirar e ouvir classical rock ( The Doors , etc )....
    Respondeu muito bem a minha pergunta e até demais.
    Uma curiosidade e responda se quiser *rs* qual sua idade ?

    Não vou inventar nada , só vou copiar *rs* mando a minha benção para vc continuar sendo uma rock ladie :

    "Elvis Presley que estais no céu,
    Muito escutado seja Bill Haley. Venha a nós o Chuck Berry, Seja feito barulho à vontade, Assim como Hendrix, Sex Pistols e Rollings Stones.
    Rock and roll que a cada dia nos melhora,
    Escutai sempre Clapton e Neil Young, Assim como Pink Floyd e David Bowie, Muddy Waters e The Monkees.
    E não deixeis cair o volume do som 102,1 de estação.
    Mas livrai-nos do Pagode e do Axé.
    Amém!"

    Vou tentar amanhã te mandar a lista que estou te devendo............vou te dar trabalho !

    Até

    ReplyDelete

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Galeria FRS!