Rock Ladies - Mulheres que agitaram a música (Parte VIII)

8:28 PM

Por: Fernanda Cristina


Saudações noturnas á todos os mocinhos e mocinhas do roque que, assim como eu, estão vendo CQC bom, eu estou e resolveram abrir a página deste humilde, mas honrado blog, esperando alguma coisa de útil!


Hoje postaremos a oitava e ultima (snif...snif...) parte de “Rock Ladies” e nada melhor do que fazer isso em grande estilo com grandes nomes! Preparem-se para fecharmos esta lista com chave de METAAAALLLLL...


......................................................................



Floor Jansen
Não se enganem! Floor Jansen não é apenas um “rostinho-bonitinho-feito-para-agradar-aos-olhos-dos-headbangers-e-punheteiros-de-plantão”! Esta “Diva do Metal” começou seus estudos muito cedo, aos 15 anos, com aulas de piano clássico, flauta e guitarra elétrica (instrumentos que ainda pratica até hoje, mesmo que não os toque profissionalmente)! As primeiras lições de canto lírico e composição musical se deram na pratica, quando ela se uniu a Mark Jansen (fundador do “After Forever”)! Quando entrou na banda, ela era apenas uma adolescente de 16 anos de idade! Mas como ser apenas a garota bonitinha de uma banda de Metal não era o suficiente, Floor decidiu que queria mais e, então com 18 anos entrou para “Rockademie” (espécie de conservatório musical dos países baixos, mas mais voltado para o Rock e Pop) e aprendeu tudo sobre indústria fonográfica, ensino e didática em musica! Com duração de 5 anos, Floor concluiu seu curso com louvor, apresentando um concerto de sua banda como trabalho de conclusão de curso a bancada avaliadora! Com o fim do “After Forever”, Floor retornou aos palcos com a banda “ReVamp” (que lançou disco ano passado)! Alem de cantar, ela também tem outras ocupações e projetos paralelos – ela e professora de canto lirico e popular (e às vezes da palestras e workshops sobre interpretação vocal), já participou de 5 projetos do compositor e multi-instrumentista Arjen Anthony Lucassen, e compositora, arranjadora, orquestradora e super amiga de pessoas como Simone Simons, Vibeke Stene, Tarja Turunen tá, isso nao e interessante, mas po...imagine as 4 divas juntas com suas vozes poderosas dando gargalhadas e tomando um chá...Reflitam!


Ouça: “Between Love and Fire”, “Monolith of Doubt”, “Intrinsic”, “My Choice”, “Leaden Legacy”



Girlschool


“Divas do Metal”??? Naaahhhh...garotas rebeldes que fazem um som despretensioso e barulhento - Esse é o Girlschool! Formado por Kim McAullife (vocal/guitarra), Denise Dufort (bateria), Enid Willians (baixo/vocal) e a guitarrista Kelly Johnson (falecida em 2007 que depois foi substituída por Jackie Chambers)! Em 1978, quando começaram, tiveram apoio do Lemmy Kilmister, do Motörhead, que as convidou para saírem na turnê “Overkill”, juntos em 1979! Em 1980 lançaram o álbum “Demolition” e em 1981 o “Hit and Run”, ambos fizeram sucesso no Reino Unido! A partir daí, turnês, shows, viagens longas e festivais passaram a ser uma constante na rotina da banda, o que provocou a saída de Kelly Johnson, que afirmou estar cansada da estressante vida na estrada, e que só voltaria em 1993! Atualmente a banda está gravando (ou regravando) o álbum clássico “Hit and Run”, que será lançado este ano para comemorar o 30 aniversário do disco! Mesmo que muitas pessoas ainda insistam em dizer que o grupo foi pioneiro na luta contra o sexismo, Enid Williams – que já mostrou interesse pelo feminismo, mas a banda nunca se pronunciou abertamente sobre isso – diz que fica feliz em ser apreciada somente como musicista, ao invés de “músicos do sexo feminino”! É... Boa música não tem gênero, queridos!


Ouça: "Emergency", "Nothing to Lose","Something for Nothing", "Nasty Nasty", "Danger Sign"



Liv Kristine
A Pequena Liv fundou sua primeira banda aos 10 anos de idade, a “Twice”, com uma amiga sua! Mal sabia ela que, dessa brincadeirinha inocente de criança, uma cantora de reconhecimento internacional surgiria! Em 1994, com 18 anos, ingressou na banda norueguesa “Theatre of Tragedy” e em 1998 o grupo lançou o álbum “Aegis”, que foi aclamado pela critica! Em 2003, após nove anos de trabalho duro, dedicação, amor e carinho tá, isso ficou gay, eu sei! Liv foi chutada da banda! Quer dizer... A banda diz que Liv foi “removida da constituição original da banda devido a diferenças musicais que não podiam ser ultrapassadas” ui, chiqueza! Já Liv diz que foi despedida friamente por e-mail, sem ter sido informada pelos outros integrantes da banda!  Então, Liv decide que não precisa mais disso pq seu marido tem dois empregos vocalista e produtor HÁÁÁÁ... e forma a banda “Leaves’ Eyes” com ele – que se prepara para lançar álbum novo mês que vem!


Ouça: “Lorelei”, “And When He Falleth”, “Cassandra”, “Venus” (no Theatre of Tragedy) “Ocean’s Way”, “Lovelorn”, “My Destiny” (no Leaves’ Eyes)



Monika Pedersen


Monika sempre dedicou sua vida á música! Seja integrando coros, bandas ou trabalhando como professora de canto! Em 2005 foi chamada para integrar o Sirenia, mas gravou apenas um álbum intitulado “Nine Destinies and a Downfall”! Em 2007, Monika deixa a banda alegando que grandes diferenças musicais a fizeram decidir que o Sirenia não era a banda certa para ela, apesar dos bons momentos que teve durante sua curta estadia! Dito isso, Monika retornou á sua antiga banda – Sinphonia!


Ouça: "The Last Call", "Sundown", "Seven Keys And Nine Doors", "Glades Of Summer", "Downfall"



Morgan Lander


Mais uma que é dona de um gutural que deixa muito marmanjo aprendiz no chinelo! Alias, não fica só no gutural não, Morgan também canta com a voz limpa na maioria das vezes! morram de inveja mais uma vez, caras! Morgan nasceu no Canadá e quando completou 6 anos, começou a ter aulas de piano, mas logo se cansou e partiu pra guitarra! (Uns atendem ao chamado do Metal mais cedo, outros mais tarde...) Aos 13 anos escreveu sua primeira música e aos 14, junto com sua irmã, Mercedes Lander, forma o Kittie! 3 anos depois gravariam seu primeiro álbum, Spit! Mas nem só de música vive nossa “Metal Girl”, Morgan também gerencia uma linha de roupas, junto com a irmã tudo em família, sempre! a “Poisoned Black”, para todos os “garotos bonitos e meninas quentes” sentiu a força do slogan?! Para completar o histórico empreendedor da moça, ela também é proprietária de uma co-gestão com sua família, chamada “X of Infamy” e também gerencia duas bandas!


Ouça: “Cut Throat”, “Brackish”, “What I always wanted”, “Die, my Darling”



Phantom Blue


Formado em 1987 por Michelle Meldrum (guitarrista) e Nicole Couch (guitarrista) – que também contava com Linda McDonald (bateria), Gigi Hangach (vocalista) e Kim Nielsen (baixista)! O primeiro álbum da banda, homônimo, continha a música “Why Call it Love”, uma baladinha que virou videoclipe e que logo depois se tornaria uma bem sucedida turnê européia para o grupo! De volta aos EUA, a banda chamou a atenção de Don Dokken (Dokken), que as apresentou a Tom Zutaut da Geffen Records! Embora muitas outras gravadoras também estivessem disputando nossas belas garotas, elas assinaram com a Geffen! Na gravação do álbum seguinte, Nicole saiu fora e foi substituída por Karen Kreutzer! “Built to Perform” foi o segundo, e ultimo, álbum do Phantom a ser lançado – com o single “Time to Run” (que virou clipe) e outra bem sucedida turnê européia! Após uma série de intrigas (Michelle Meldrum não concordava com a direção da banda, feita por Mark Dawson, que era namorado de Linda McDonald) e troca-troca de integrantes (Linda era a única integrante original em 1996) a banda se desfaz em 2001 - Nesse meio tempo, Michelle formou o “Meldrum”! Infelizmente em 2008, Michelle faleceu devido a uma hemorragia cerebral e em 2009 as outras ex-membros do Phantom Blue fizeram um show em sua homenagem!


Ouça: “Why Call it Love”, “Time to Run”, "Going Mad", "Last Shot", "Out of Control", "A Evil Little", "My Misery"



Sharon den Adel


A moça holandesa estudou moda e trabalho no setor fashion durante alguns anos, mas ela que já tinha feito parte de um coral se rendeu a música e isso a tornou famosa. Junto de seu marido fundou a banda Within Temptation, que possui somados (EPs, CDs, DVDs e singles) 26 lançamentos Ou eles são extremamente apaixonados pelo que fazem, ou então 98% das bandas que conhecemos são vagais pra caralho!  A moça divide sua vida na estrada com a vida de mãe...já q anunciou estar grávida de seu terceiro filho. Mass ainda assim a banda vai lançar cd novo em Março chamado The Unforgiving que vai se basear nas obras de HQs de Steven O'Connell (BloodRayne, Dark 48) etrará ilustrações de Romano Molenaar (Witchblade, Darkness, X-Men). NERD on!


Ouça: “Our Farewell”; “Ice Queen”; “Memories”; “What Have You Done”; “Frozen” e “All I Need”





Simone Simons


Por que ficamos hipnotizados por Simone Simons? Talvez seja pela beleza EPICA dela tá... foi péssima, eu sei...mas piadas ruins é que são boas – Dr. Pepper disse ou por causa dos belos vocais líricos que ela faz na banda de mesmo nome! Simone iniciou seus estudos musicais ainda na infância, aos dez anos de idade, quando passou a assistir aulas regulares de flauta (instrumento que pratica até hoje). Tempo depois também freqüentou aulas de canto popular, estudando o repertorio vocal jazzístico! Aos 15 anos É... a idade em que a menina vira mulher, as coisas acontecem, o botão vira flor, grandes transformações ocorrem... ouviu pela primeira vez o som o Nightwish , apaixonando-se pela voz da vocalista Tarja Turunen, a partir daí também começou a se dedicar mais ao estudo do canto lírico! Em 2003, a pedido de Mark Jensen (seu amigo na época e posteriormente seu namorado) Simone assume os vocais da Epica! Embora a banda ainda seja relativamente nova, já lançaram nada mais nada menos do que 12 CDs! Além de linda e cantar bem, também é dedicada ao trabalho! É de gente assim que o mundo da música precisa...


Ouça: “Cry for the Moon”, “The Phantom Agony”, “Consign to Oblivion”, “Sensorium”, “Chasing the Dragon”



Tarja Turunen


Única moça dentre os 3 filhos de uma família normal num vilarejo pra lá de normal em Kitee! Mostrou os dotes musicais cedo, com 3 aninhos, numa festa da família, ai foi cantar por ae...nas festas da família, na igreja, nas festinhas da escola, nas escolas de música, somado as aulas de piano...tudo apoiado pela família! Que lindo...se nossos caríssimos 38 leitores ainda esperamos que sejam mais! não tivessem lido o nome dessa moça antes nem iam achar que ela é do rock...mas ela é...ela foi a vocalista do Nightwish! E pra nossa felicidade a voz marcante da Tarja ainda está na ativa na sua carreira solo!


Ouça: “Nemo” (oi vizinho dos fundos! Que tal dar um descanso para o Once? Olhe outras sugestões aqui!); “Beauty of the Beast”; “Ever Dream”; “Falling Awake” (em uma das versões com o maravilhoso Joe Satriani); “Oasis”; “Still of the Night” (cover do Whitesnake) e “The Good Die Young” (com a fodástica banda Scorpions)



Vibeke Stene
“Vibs” (pros íntimos) começou seus estudos musicais ainda na adolescência, aos treze anos de idade, freqüentando aulas de canto lírico! Através de amigos em comum, começou no Tristania em 1997, apenas como cantora contratada para alguns vocais da primeira demo homônima! Em seguida, entrou definitivamente para a banda, substituindo uma antiga vocalista! Em fevereiro de 2007, após 10 anos á frente do grupo e cinco álbuns de estúdio lançados, Vibeke saiu da banda, alegando motivos pessoais – inclusive diziam as línguas daquela época que talvez ela seria a substituta de Tarja Turunen no Nightwish, boato que ela desmentiu! Enfim, depois de muitas lendas urbanas, fofocas e historinhas mirabolantes, “Vibs” disse ao publico que deixou a banda para lecionar canto, um sonho que sempre havia perseguido! Agora Mariangela “Mary” Demurtas assume os vocais da banda e parece que muitos fãs não gostaram muito disso...


Ouça: “Crushed Dreams”, “December Elegy”, “Evenfall”, “My Lost Lenore”, “Equilibrium”


....................................................


E finalmente terminamos caros 38 leitores ainda esperamos que sejam mais!, Nossa “Female List” chega ao fim! Nossos sinceros agradecimentos á todos aqueles que leram tudo, passaram o olho em alguma parte ou comentaram (o que é melhor ainda!) em alguma coisa! Eu até faria um coraçãozinho com a mão como símbolo de “vcs-moram-no-meu-coração”, mas como eu DETESTO “coraçãozinho-feito-com-a-mão”, então recebam meus ‘\m/ \m/’


E lembrem-se, somos superiores......brincadeira!


Enfim, lembrem-se que um bom Rock’n’Roll (e músicas em geral) independe do sexo! Que nossas ladies continuem reinando e influenciando novas gerações até o fim dos tempos! KEEP ROCKIN' darlings!!!


E pra vc que tá mais perdido que Emo em Roda Punk bom, se fosse no sentido literal vc estaria ferrado! Aqui vão a primeira, a segunda, a terceira, a quarta, a quinta, a sexta e a sétima partes:


Parte 1, Parte 2, Parte 3, Parte 4, Parte 5, Parte 6, Parte 7


.....................................................................


Eis que o mestre dos magos Rock’n’Roll deixa a seguinte mensagem:


Comentem com sabedoria em vossas mentes e paz em vossos corações


Ou seja:


- Criticas CONSTRUTIVAS? Serão sempre bem vindas!


- Comentários mal educados/ofensivos serão DELETADOS! (Então, não queira perder seu tempo escrevendo alguma merda, pq será apagado!)


- Há uma diferença GIGANTESCA entre “Liberdade de Expressão” e “Falta de Educação”! Se vc não sabe qual é, então antes de escrever bobagem, vá pesquisar! Fikdik!

Posts Que Talvez Você Goste

1 comments

  1. Ola Fernanda , aqui sou leigo , tirando a Tarja.......prometo que vou conhecer as outras e depois fazer meus comentários e/ou sugestões.....

    Da Tarja minha sugestão é : "Until My Last Breath"

    Farei o comentário da parte VI e depois te mandarei um novo trabalho para vc *mtos rs* uma nova lista de rock ladies *mais rs*

    Até...........

    ReplyDelete

Não esqueça de deixar seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Galeria FRS!